Pouso Novo RSS Rural

Curso de Apicultura forma turma em Pouso Novo

17806Um grupo de 25 agricultores de Pouso Novo recebeu, na última sexta-feira (16/12), o certificado de conclusão do Curso de Apicultura realizado pela Emater/RS-Ascar. O evento de formação ocorreu no salão da comunidade de Medorema, quando foi finalizada a última etapa da capacitação. A qualificação foi dividida em quatro módulos, com atividades teóricas e práticas, em que foram abordados temas como a importância da apicultura, produtos das abelhas, plantas de importância apícola, manejo de colmeias, divisão de enxames, identificação de espécies e biologia das abelhas, entre outros.

No último módulo do curso foram trabalhadas, na parte de manhã, receitas e produtos à base de mel. À tarde, o assistente técnico regional da Emater/RS-Ascar em Apicultura e Meliponicultura da Emater/RS-Ascar, Paulo Conrad, realizou palestra sobre a importância das abelhas para a natureza. “Com a polinização, elas garantem a reprodução de diversas espécies, sendo assim mecanismo fundamental para a promoção e manutenção da biodiversidade da Terra”, salienta. Um serviço que, de acordo com Conrad tem valor estimado em R$ 100 bilhões ao ano. “Algumas frutas, como a maçã e o mirtilo, dependem 90% das abelhas para o seu desenvolvimento”, observa.

O agricultor Élio Facchi lida com a apicultura desde os 12 anos de idade. O aprendizado, que veio de pai para filho, se tornou um hobby que alia o entretenimento, a satisfação por contribuir com a natureza e uma fonte de renda a mais para a família, que trabalha com avicultura. “Sempre gostei, desde a época em que fazíamos tudo no sistema manual”, analisa, lembrando o fato de que hoje a tecnologia avançou bastante, com o uso de centrífugas e outros equipamentos. Com 25 caixas em sua propriedade, colhe 25 quilos de mel a cada ciclo, que são vendidos para amigos, parentes, vizinhos. “E a demanda sempre é alta”, garante.

A primeira capacitação foi realizada com produtores das localidades de Medorema e Barra do Duduia. A intenção, de acordo com o técnico em agropecuária da Emater/RS-Ascar, Charles Fantin, é de levar a capacitação para outras comunidades, já que há um grande potencial para o trabalho com a apicultura, no município. “O objetivo é estimular os agricultores para que aumentem a produção, que hoje é destinada quase que exclusivamente para o consumo próprio e da família, para que, futuramente, possamos quem sabe instalar até mesmo um entreposto de mel em Pouso Novo”, salienta.

Fonte: Ass. de Imprensa da Emater/RS-Ascar – Regional de Lajeado
Jornalista Tiago Bald