Economia Investimento Arroio do Meio Destaques

Dália define data para inauguração de Complexo Avícola

Complexo Avícola tem inauguração agendada para o dia 25 de outubro

Inauguração do frigorífico, fábricas de rações e de farinhas de origem animal será no dia 25 de outubro

No mês de outubro a Dália Alimentos festejará mais uma importante conquista. No dia 25 será inaugurado o Complexo Avícola, um investimento de R$ 96 milhões localizado em Linha Palmas, no município de Arroio do Meio. O complexo é uma das etapas do Programa Frango de Corte, estruturado pela Dália Alimentos para viabilizar toda a cadeia produtiva avícola.

O Complexo Avícola está localizado às margens da rodovia ERS-130, no KM-91,8, e tem área construída de aproximadamente 18 mil metros quadrados. É constituído por uma unidade frigorífica com capacidade para abater 55 mil frangos/dia, expandindo futuramente para outros dois módulos de abate: 110 mil frangos/dia e 165 mil frangos/dia. O primeiro módulo entrará em operação já na segunda quinzena de outubro deste ano e deverá demandar mão de obra de 350 funcionários. Além disso, compõe o complexo a Fábrica de Farinhas de Origem Animal e a Fábrica de Rações, também em Arroio do Meio, e o Incubatório, em fase de construção no município de Mato Leitão, com investimento também por parte da cooperativa no valor de R$ 12 milhões.

A motivação para a execução desse programa, conforme o presidente Executivo da Dália Alimentos, Carlos Alberto de Figueiredo Freitas, tem origem no fato de os associados da cooperativa serem, em sua maioria, pequenos produtores e necessitarem de opções para a formação de renda, além do leite e dos suínos. “A Dália Alimentos entende que o frango de corte é compatível com as duas atividades já praticadas, resultando a motivação para a estruturação de um programa de produção cooperada de frango de corte”.

Ainda neste ano também deverão começar alguns dos nove condomínios para produção dos frangos que irão abastecer a unidade frigorífica. Os condomínios estão localizados nos municípios de Anta Gorda, Cruzeiro do Sul, Encantado (com duas unidades), Mato Leitão, Marques de Souza, Venâncio Aires, Vespasiano Corrêa e Relvado. Todos seguem o mesmo padrão de construção, com oito aviários cada e capacidade para alojar 275 mil frangos, com as obras em andamento, alguns mais adiantados e outros dentro do cronograma estipulado.

Esses núcleos são propriedade de nove associações constituídas por famílias de associados, em número médio de 20 cada, mais a cota da cooperativa, que participa em cada um dos empreendimentos. O investimento dos nove núcleos juntos somam R$ 67,5 milhões. Por fim, também faz parte deste parque industrial o Matrizeiro, localizado no município de Vale Verde e de responsabilidade da Empresa ASA – América Sociedade Avícola, formada por um grupo de funcionários da cooperativa, responsáveis pelo investimento de R$ 15 milhões no projeto.

A linha frango Dália já está no mercado, com a assinatura “Golden Chicken”. Inicialmente está sendo produzida no sistema de intercooperação, pela cooperativa Languiru, de Teutônia, em fase experimental, para estabelecer a primeira sondagem do mercado consumidor.

 

ENETENDA: Programa Frango de Corte da Dália Alimentos está assim estruturado:

1)        Matrizeiro (Empresa ASA): Está sendo construído em Vale Verde. Fazem parte desta sociedade 37 funcionários da Dália Alimentos, mais a cota da cooperativa. O investimento será de R$ 15 milhões;

2)        Incubatório: Em fase de construção em Mato Leitão. O investimento será de R$ 12 milhões por parte da cooperativa;

3)        Condomínios Avícolas para Produção de Frango de Corte: Os condomínios são constituídos por produtores rurais associados à Dália. Em cada um dos empreendimentos a cooperativa possui uma cota e o investimento em cada condomínio girará em torno dos R$ 7,5 milhões, valor investido pelos associados;

4)        Complexo Avícola: Inclui frigorífico (que demandará em torno de 350 postos de trabalho inicialmente), fábrica de farinhas de origem animal e fábrica de rações. Área construída de aproximadamente 18 mil metros quadrados em Arroio do Meio. O investimento será de R$ 96 milhões.

 

Assessoria de Imprensa Dália Alimentos
Jornalista Carina Marques