Região RSS Rural - Agricultura

Dália entrega Carta de Compromisso a prefeituras e três confirmam área

Encantado sinalizou que projeto sairá no município (Foto: Carina Marques)
Encantado sinalizou que projeto sairá no município (Foto: Carina Marques)

Em visita às nove prefeituras que demonstraram interesse em firmar parceria para execução do Projeto ASA, que viabilizará a produção de frangos de corte para abastecer o frigorífico que a Dália Alimentos está implantado no município de Arroio do Meio, três sinalizaram áreas definidas: Mato Leitão, Venâncio Aires e Marques de Souza.

O roteiro de visitas ocorreu entre os dias 3 e 7 de abril e teve a coordenação do presidente do Conselho de Administração, Gilberto Antônio Piccinini. Também compuseram o grupo o assessor jurídico, Reinaldo Cornelli; o técnico em agropecuária, Vanderlei Michelon; e o presidente de cada Condomínio Avícola.

A cada prefeito foi entregue e protocolada uma Carta de Compromisso de Produção Integrada de Frangos de Corte, através da qual a Dália se compromete em adquirir a produção de cada condomínio. Na pauta dos encontros também foi tratado sobre a aquisição das áreas de terras para edificação dos empreendimentos, conforme acordado no mês de janeiro, durante a primeira visita aos gestores para manifestação do interesse e formatação da parceria público-privada.

Dos nove municípios visitados, três possuem áreas definidas: Mato Leitão, Venâncio Aires e Marques de Souza. Em Mato Leitão, participou da reunião o prefeito Carlos Alberto Bohn e o secretário de Agricultura e presidente do Condomínio Avícola Mato Leitão, João Carlos Machry. A área está localizada em Sampaio Baixo e possui 10,4 hectares. O município no Vale do Rio Pardo, através de ampla mobilização entre os poderes Executivo e o Legislativo, foi o primeiro a concluir esta etapa de definição e aquisição de área. Fazem parte deste condomínio 18 produtores.

O segundo município a definir a área, também na região do Vale do Rio Pardo, foi Venâncio Aires. Em encontro com o prefeito Giovane Wickert, o secretário de Agricultura, André Kaufmann, o presidente do Condomínio Avícola Venâncio Aires, Lauri José Schwendler e vice Lucimar Puhl, ficou definido que o empreendimento será na localidade de Linha 17 de Junho, numa área com 11,5 hectares. Compõem este grupo 25 produtores. “Onde tem Dália, tem sinal de prosperidade”, disse o chefe do Executivo mostrando-se otimista com o projeto.

Também ficou estabelecido que o empreendimento se concretizará no município de Marques de Souza. Em encontro com o prefeito Edmilson Dörr, o coordenador municipal de Agricultura, Charles Bauer e o tesoureiro do Condomínio Avícola Marques de Souza, Rogério Petrini, ficou definido que a área será na localidade de Vasco Bandeira, totalizando 16 hectares. Deste grupo fazem parte 23 produtores.

Cada condomínio avícola terá oito pavilhões com 2.480 metros quadrados e capacidade para 275 mil aves/lote, sendo 35,5 mil alojadas em cada pavilhão. O investimento será de aproximadamente R$ 6 milhões por núcleo de produção. Em cada grupo a cooperativa possui uma cota, sendo, assim, participante dos empreendimentos.

Municípios indefinidos ou em fase de definição
Os municípios de Vespasiano Corrêa, Relvado, Arroio do Meio, Anta Gorda, Encantado e Guaporé também foram visitados durante o roteiro. Em Vespasiano Corrêa o encontro ocorreu com o prefeito Marcelo Portaluppi, vice Áureo Coser, assessor Jorge Luis Dalmolin, secretário de Agricultura Nédio Rosolen e presidente do Condomínio Avícola Vespasiano Corrêa Marcos Antônio Zílio. Neste município são 19 sócios. Portaluppi reiterou o interesse pelo projeto e disse que está em tratativas para aquisição da área necessária para implantação do projeto.

Em Relvado o prefeito Odi Paulo Lorenzini, secretário de Administração Dilamar Maus e presidente do Condomínio Avícola Relvado, Flávio Villa, falaram a respeito de uma área localizada em Linha Nova. Contudo, uma avaliação técnica será realizada com a finalidade de verificar a viabilidade de implantação do projeto no local sugerido. Deste grupo participam 19 produtores. “A comunidade aguarda ansiosa por este projeto”, disse Lorenzini.

Já em Arroio do Meio participaram da reunião o prefeito Klaus Werner Schnack, secretários e o presidente do Condomínio Avícola Arroio do Meio, Rubino Rahmeier. Neste município as tratativas também se encontram em estágio avançado. Deste grupo participam 21 produtores.

Em Encantado esteve presente o prefeito Adroaldo Conzatti, o vice Enoir Cardoso e o presidente do Condomínio Avícola Encantado, Gilberto Zanatta. Neste grupo são 25 produtores participantes. Conzatti também manifestou que o projeto será realizado no município e que áreas estão sendo estudadas a fim de verificar qual a melhor alternativa para implantação.

No município de Anta Gorda reuniu-se com a comitiva da Dália o prefeito Celso Casagrande e o presidente do Condomínio Avícola Anta Gorda, Silvano Berté. Neste município são 23 produtores. Anta Gorda também reiterou que será parceira do projeto com definição e aquisição da área nas próximas semanas.

Por fim, em Guaporé, reuniu-se com o grupo da Dália o prefeito Valdir Fabris, secretários, o presidente do Condomínio Guaporé, Lidenor Giliotto e o conselheiro da região, Genésio Buffon. Deste grupo participam 21 associados. O município estuda a viabilidade de implantação do projeto.

Complexo Avícola em andamento
As obras do Complexo Avícola, em Palmas, no município de Arroio do Meio, encontram-se em ritmo acelerado. Nas próximas semanas as estruturas metálicas começarão a ser instaladas para início do fechamento do telhado do frigorífico. Terraplenagem, postes, pilares e vigas estão concluídas no empreendimento que deverá abater as primeiras aves entre o final de 2018 e início de 2019.

Texto: Ascom Dália Alimentos