RS Arroio do Meio RSS Rural Destaques

Dália recebe habilitação para exportar a Cuba

Planta também está habilitada a exportar para a Cuba (Foto: Dália Alimentos/Divulgação)

A Dália Alimentos está habilitada para exportar leite em pó a Cuba. O parecer que formaliza a habilitação foi emitido pelo Governo Cubano recentemente. Há um ano, em junho de 2017, uma missão constituída por veterinários cubanos esteve visitando a planta de leite em pó e UHT a fim de verificar as instalações do complexo localizado na localidade de Palmas, no município de Arroio do Meio.

Além de Cuba, a planta também está habilitada pelo Mapa para exportar a países sem exigências específicas (antiga Lista Geral) e para a União Aduaneira, constituída pela Rússia, pela Bielorrússia, pelo Cazaquistão, pelo Quirguistão e pela Armênia.

No momento a Dália ainda não exporta produtos lácteos, tendo em vista que, momentaneamente, o mercado internacional para o leite em pó não está propício para a exportação. “O custo de produção no Brasil está alto e os países grandes produtores e exportadores, como Nova Zelândia e Austrália, produzem e exportam com preços mais baixos”, justifica a supervisora de Exportação, Márcia Daltoé. Contudo, embora essas adversidades, a Dália está atenta ao mercado e preparada para realizar futuros negócios assim que encontrar condições favoráveis.

Para o gerente da Divisão Produtos Lácteos (DPL), Antonio Salazar Leivas, a habilitação confirma que o trabalho desenvolvido está sendo bem conduzido. “A presença da missão cubana testemunhou que a fábrica dispõe de alta tecnologia, fluxos de processos, instalações de apoio, documentação da produção e, principalmente, produto final totalmente de acordo com as exigências. Com esse atestado a Dália poderá explorar novos mercados e levar a qualidade dos produtos à Ilha Caribenha”, comemora Salazar.

O gerente da Divisão Comércio e Marketing – Produtos Lácteos, Rudimar Piccinini, observa que a habilitação para qualquer país representa que a indústria atende a parâmetros internacionais. “Comercialmente passamos por um momento difícil para exportar devido aos altos custos de produção em relação ao mercado internacional. Porém, a habilitação nos faz prospectar negócios que poderão vir a ser realizados futuramente”, reforça Piccinini.

Sobre a planta habilitada

A unidade está localizada às margens da rodovia ERS-130, em Palmas, no município de Arroio do Meio. Foi inaugurada em 15 de junho de 2012, nos festejos de 65 anos da Dália Alimentos. Inicialmente o complexo industrializava apenas leite em pó e no ano de 2013 passou a industrializar também leite UHT.

O parque fabril é composto por três linhas de produção: uma linha de processo e duas de envase de leite em pó, duas linhas de processo e duas de envase de leite UHT e uma linha de processo e uma de envase de creme de leite.

A capacidade diária nominal de produção é de 55 mil quilos de leite em pó, com flexibilidade para industrializar diferentes versões deste produto. No leite UHT a capacidade instalada é para a industrialização de 600 mil litros de leite por dia, sendo que as duas linhas de envase permitem flexibilidade no formato da embalagem e no tipo do leite.

Na área de lácteos a Dália Alimentos disponibiliza os seguintes produtos para o mercado consumidor: leite em pó nas versões integral e instantâneo com diferentes gramaturas; leite UHT nas versões integral, desnatado, semidesnatado e zero lactose na embalagem de um litro e creme de leite UHT.

Texto: Ascom Dália Alimentos