Encantado RSS Geral

Dália reúne delegados e suplentes em encontro semestral

Trevisol promoveu momentos de emoção e de reflexão à plateia (Foto: Carina Marques)
Trevisol promoveu momentos de emoção e de reflexão à plateia (Foto: Carina Marques)

Um momento de espiritualidade e reflexão marcou o Encontro de Delegados da Dália Alimentos. Na sexta-feira (08), uma plateia composta por 340 pessoas entre delegados, suplentes e convidados assistiu à palestra com o filósofo, teólogo e psicólogo, Jorge Trevisol, que deu continuidade a um trabalho motivacional iniciado em maio deste ano com as mulheres. O evento foi realizado no Auditório Itália do Centro Administrativo de Encantado.

Trevisol falou sobre a interiorização humana, a figura do homem e da mulher na família, o respeito ao próximo e sobre as doenças do século como depressão, bipolaridade, ansiedade e outros males que afetam e afligem as pessoas nos dias de hoje. Disse que onde há amor não há doença e que estar deprimido é estar encharcado de mágoas.

Na visão do aspecto familiar, fazendo alusão às mais de quadro mil famílias associadas à cooperativa, destacou a figura do homem como líder, já que a plateia esteve composta pela maioria masculina e delegados da cooperativa. Observou que ser homem não é ser rude e nem duro, mas sim ser guerreiro e também ser amoroso. “Quem muito ama, ama também. E quem muito machucado foi, machuca também. Por isso, não deixe de expressar o sentimento, seja a quem for. Ame muito.”

Conforme Trevisol, a cura da alma está em juntar o doce e o amargo, ou seja, as alegrias somadas às tristezas para driblar as barreiras. “Aproveite a tristeza e a melancolia para alimentar a alma. Seja alegre, feliz e trabalhe sua energia em prol de coisas boas.”

O presidente do Conselho de Administração, Gilberto Antônio Piccinini, avaliou o evento como uma importante oportunidade para a busca de conhecimento e para a troca de experiência entre os participantes. “Foi um encontro com enfoque em temas relacionados à família, base que sustenta a nossa cooperativa. Ao tratar sobre a figura do homem, conseguimos traçar um paralelo sobre a função de líder, seja no âmbito familiar ou de negócios. Foi uma ocasião para versar sobre informações importantes e levar para casa mais conhecimento, além de participar de um processo de formação motivacional e de inserção à sociedade.”

Cenário atual

O presidente do Conselho de Administração, Carlos Alberto de Figueiredo Freitas, foi o responsável pelo repasse das informações acerca do desempenho da cooperativa durante o primeiro semestre do ano, dos projetos em andamento e do mercado do leite e de suínos. Destacou o andamento dos condomínios leiteiros com robôs na ordenha e o curso da organização do projeto avícola, ambos criados a partir da junção de produtores rurais, traçando o perfil do associativismo praticado pela Dália Alimentos.

Sobre o andamento da cooperativa diante da crise econômica e financeira que assola o país, Freitas observou que essa é a primeira vez a Dália Alimentos enfrenta uma crise com tranquilidade. “No passado estávamos desesperados, hoje estamos preparados.” E acrescentou a constante evolução do quadro social e de funcionários: “a profissionalização é um processo gradativo, que vem ao encontro de uma nova maneira pensar. Nosso time é qualificado é isso faz a grande diferença.”

Na oportunidade, o presidente Executivo também apresentou o Código de Conduta Ética da Dália Alimentos, elaborado recentemente e que norteará as ações da empresa e, portanto, deverá ser praticado por todos os segmentos: associados, funcionários e parceiros.

Texto: Ascom Dália Alimentos