RSS Geral Lajeado

Denúncia motiva vistoria em açougue e 620 kg de carne são inutilizados em Lajeado

Carne inutilizada pela VISA após denúncia (Foto: Divulgação)
Carne inutilizada pela VISA após denúncia (Foto: Divulgação)

Após denúncia, na segunda-feira (29), a Vigilância Sanitária (VISA) de Lajeado, órgão vinculado à Secretaria de Saúde (Sesa), efetuou vistoria em um açougue instalado no município que acarretou na inutilização de 620 kg de carne. Mediante auto de infração que foi lavrado pela VISA, foi aberto processo administrativo sanitário, com prazo para o empresário apresentar sua defesa. O estabelecimento que não seguir as normas sanitárias, fica sujeito à advertência, multa e até mesmo interdição, dependendo da gravidade da situação. Essas inspeções são feitas pelo menos uma vez ao ano para renovação de Alvará Sanitário ou quando há denúncia. A equipe da VISA salienta que os proprietários de supermercados, minimercados, açougues, padarias, fiambrerias e afins devem observar nova legislação, com base no Decreto 53.304 de 2016, Portaria SES 66/2017 e Portaria 146/2017.

Produtos inutilizados
Essa inspeção resultou na inutilização de 620 Kg de produtos de origem animal, tais como:
– carne de frango/miúdos (peito, coxa, sobrecoxas, coxinhas, moelas) congelados que estavam em temperatura de resfriados, os quais seriam vendidos como produtos frescos e/ou frescos temperados.
– carne moída em ambiente fora de temperatura preconizada, retalhos de carne bovina sem rotulagem (validade) e carne com validade vencida.
– embutidos e produtos temperados fabricados no local (atividade não permitida em açougues).

A VISA recomenda aos consumidores observarem se os produtos, quando embalados, possuem rótulo completo, com nome do produto, fabricante com CNPJ, lote ou data de produção, data de validade, além dos ingredientes de sua composição. Também destaca a necessidade de certos cuidados para manter a integridade do produto e a saúde do consumidor. Entre os quais, avaliar a cor característica do alimento e odor, sendo que a temperatura do produto deve ser a que consta na embalagem (congelada: -12ºC ) ou resfriada (7°C). Produtos que tenham frango devem estar embalados e não devem estar em contato com outros tipos de carne, como bovina e suína. Quando o estabelecimento não tiver área separada para realizar a moagem da carne, deve ser solicitada a carne moída na presença do consumidor.

De modo geral, a VISA tem verificado nos últimos meses a prática de misturar moela de frango com carne moída de bovino, para reduzir o preço desse item. Este procedimento não é permitido, pois configura-se fraude econômica que prejudica o consumidor. Para denúncias, os munícipes podem contatar a VISA pelos telefones 3982 1105 ou 3982 1106.

Texto: Ascom Lajeado