Geral Paverama

Departamento Municipal de Abastecimento de Agua de Paverama informa: água branca não é excesso de cloro

Água branca não é excesso de cloro

Segundo o técnico responsável pelo tratamento de água do DEMAAP, isso ocorre devido à liberação do ar dissolvido na água e não a produtos químicos.

O fato da água em alguns locais de Paverama em determinados horários sair “branca” da torneira se deve à pressão da água dentro das tubulações. Muitas vezes, ao abrir a torneira, a água sai branca como o leite, o que não é motivo para o consumidor se assustar.

Segundo Márcio Amaral, técnico responsável pelo tratamento de água do DEMAAP, isso ocorre devido à liberação do ar dissolvido na água e não a produtos químicos. Ao abrir a torneira a pressão torna-se menor que no encanamento e o ar dissolvido é liberado.

Situações assim são comuns quando o abastecimento de água é interrompido para manutenção. “Parte da nossa rede é bem antiga. Por isso temos constantes rompimentos e a necessidade de manutenções corretivas. Com isso ocorre a incidência de “água branca” porque muitas vezes acaba entrando ar nas tubulações durante a manutenção. Pode demorar até que este ar possa finalmente sair”, disse Amaral. Ao retornar o abastecimento, a tubulação está cheia de ar, o que causa a água esbranquiçada. Assim que o ar sai por completo à água volta a ser incolor.

Nos poços do DEMAAP o tratamento da água é feito somente através de cloração, e o cloro quando adicionado na água é incolor, mesmo em concentrações elevadas.

Se mesmo assim houver algum receio, faça um teste: deixe essa água branca em repouso, dentro de alguns minutos você observará que as bolhas de ar sobem até à superfície e desaparecem, tornando a água de novo clara e transparente. Este fenómeno não tem qualquer influência na qualidade da água.

Para diminuir esse fato o morador poderá fechar um pouco a pressão da água direto no registro da entrada da casa. O DEMAAP reafirma seu compromisso com a qualidade da água fornecida aos paveramenses. Através de convênio com laboratório reconhecido segundo a norma ISO/IEC 17025, mensalmente são realizadas análises físico-químicas e microbiológicas que atestam a qualidade da água. As melhorias que estão sendo implantadas nos sistemas de captação e distribuição mostram seu comprometimento.

SAIBA MAIS:

Cloração

Cloração é o processo de adição de cloro à água como um método de purificação para torná-la apta ao consumo humano como água potável. A cloração da água diminui significativamente a possibilidade de contaminação por micróbios, vírus ou bactérias presentes em águas sem tratamento.

Concentração de oxigênio dissolvido:

A concentração de oxigênio dissolvido na água é um parâmetro muito importante para analisar as características químicas e biológicas das águas.

A concentração de oxigênio dissolvido pode variar em razão de algumas circunstâncias, veja as principais:

Temperatura: A solubilidade do oxigênio em água aumenta com a diminuição da temperatura.

Salinidade: Quanto maior a quantidade de sal dissolvido na água, menor será o oxigênio dissolvido.

Pressão: A solubilidade dos gases, incluindo o oxigênio, é diretamente proporcional à pressão, ou seja, quanto maior a pressão, maior será a solubilidade dos gases na água. É nestas condições que se formam pequenas bolhas de ar na água, que sob radiação luminosa toma um aspecto leitoso característico.

 

 

Jêison Lauri da Rosa – Assessoria de Imprensa e Comunicação.
Prefeitura Municipal de Paverama.