Cultura Vale do Taquari Destaques Turismo

Dia Estadual do Patrimônio Cultural terá programação em 12 cidades do Vale

Estrela Histórica – Antigo prédio da Soges

Um dia para celebrar a cultura

A iniciativa é inédita, mas está mobilizando a região. Neste sábado e domingo (17 e 18 de agosto), o Rio Grande do Sul vai celebrar, pela primeira vez, o Dia Estadual do Patrimônio Cultural. A Secretaria da Cultura (Sedac) propôs aos municípios e instituições que desenvolvessem atividades culturais. No Vale do Taquari, 12 municípios aderiram à iniciativa. No Estado, mais de 60 cidades lembrarão a data.

O Dia Estadual do Patrimônio Cultural foi criado por meio do Decreto nº 54.608, de 25 de abril deste ano, e institui o Dia Estadual do Patrimônio Cultural e sua celebração no terceiro final de semana de agosto. Em âmbito nacional, o Dia do Patrimônio Cultural é comemorado em 17 de agosto – nascimento de Rodrigo Melo Franco de Andrade, fundador do IPHAN e diretor da instituição por 30 anos.

No Estado e na região, as atividades em comemoração à data vão de visitação guiada a prédios históricos e manifestações artísticas, passando por oficinas e ações de educação patrimonial. Para Elóide Zanotelli Delazeri, que é secretária de Educação e Cultura de Nova Bréscia e presidente do Conselho de Dirigentes da Cultura/Associação dos Municípios do Vale do Taquari (Codic/Amvat), a ação é uma oportunidade para chamar a atenção da sociedade para a sua história. “Ter um dia dedicado a isso lembra a população para suas igrejas, seus memoriais, seus prédios antigos. As crianças que participarão das atividades, por exemplo, tomarão conhecimento, irão valorizar o patrimônio, olharão para isso de um modo diferente”, acredita a presidente do Codic.

Conforme Elóide, algumas cidades do Vale do Taquari realizarão atividades no decorrer do mês de agosto. “Ficamos muito satisfeitos, pois desde que começamos a trabalhar para organizar esta data, um bom número de municípios do Vale demonstrou interesse em participar”, destaca.

No Estado, o Palácio Piratini, a sede do governo gaúcho, será aberta no sábado (dia 17) para visitas guiadas. No mesmo dia, o governador Eduardo Leite assina o Decreto de Regulamentação do Registro de Bens Culturais Imateriais do Estado. Também será assinada a portaria de tombamento da matriz do antigo Banco Pelotense (no centro de Pelotas) e de outras três filiais do banco, situadas em Cachoeira do Sul, Rio Grande e Santana do Livramento, passando a fazer parte do patrimônio cultural do Estado.

Região mobilizada

Programação das cidades do Vale do Taquari para o sábado (17 de agosto):

Roca Sales

Visitação guiada ao Moinho Cruzeiro do Sul, doado ao Município para futuro Centro Cultural.

Taquari

Exposição na Praça Matriz: trajes típicos açorianos, fotografias e artesanato estarão expostos ao som de músicas açorianas. No altar da Igreja Matriz será exposta, para contemplação, a imagem original esculpida em madeira do padroeiro da cidade “São José”, que veio junto com os povoadores açorianos em 1764.

Poço das Antas

Visitação a pontos turísticos. Alunos da Educação Infantil farão um passeio de ônibus aos pontos turísticos para conhecer as belezas culturais e naturais. Será feita uma caminhada até a igreja, cemitério e praça para que as crianças possam compreender o presente por meio das histórias do passado.

Fazenda Vilanova

Fazenda Vilanova abraça o Patrimônio Cultural – Abraço coletivo no Casarão, roda de conversa sobre a história do município e apresentação da Banda Marcial de Fazenda Vilanova.

Bom Retiro do Sul

Patrimônio Cultural – resgatando a história de Bom Retiro do Sul. Visitação guiada para alunos de 5° ano do Ensino Fundamental e professores. Conhecerão os ex-prefeitos e vices que fizeram parte da história dos 60 anos da cidade e marcos relevantes que deixaram durante seus mandatos, por meio das pesquisas realizadas pelas escolas durante o Projeto de Resgate a Nossa História.

Cruzeiro do Sul

Resgatando Memórias – um projeto que vem sendo desenvolvido por alunos do curso de História da Univates, desde março de 2019. O grupo vem se reunindo com os membros do grupo de idosos e tem feito um resgate histórico/cultural de cada comunidade. Os integrantes estarão explanando para a população com ajuda de fotografias e histórias resgatadas.

Arvorezinha

Divulgação do Doce de Jaracatiá – o doce é uma especialidade culinária que reúne simplicidade, sabor e tradição. É comum na cidade de Arvorezinha e está presente nas comemorações ou simplesmente na sobremesa do dia a dia. Na região, é pouco conhecido, o que faz com que seja exótico e exclusivo.

Paverama

Roda de conversa, fotos antigas e relatos sobre o Patrimônio Cultural do município. A professora aposentada e escritora de dois livros sobre o município de Paverama, Nair Dupont, vai palestrar e contar um pouco mais sobre o Patrimônio Municipal.

Nova Bréscia

Caminhada guiada pela Praça – será uma caminhada guiada pela corte do município, em que será explanada a história da praça, dos principais monumentos e também de alguns prédios, como a Igreja Matriz São João Batista, o Salão Paroquial, Escola Estadual Nova Bréscia, prédios comerciais e construções históricas.

Estrela

Estrela Histórica: a memória na era digital – exposição de fotos antigas de Estrela mostrando seu patrimônio cultural com uma roda de conversa. As fotos selecionadas poderão ser curtidas na página da Secultur Estrela no Facebook. Os depoimentos da roda de conversa serão filmados, pois podem surgir lembranças que os estrelenses possuem destes locais históricos. Com esta filmagem será produzido um audiovisual com os registros da história oral. Também haverá apresentações musicais e dança, retratando a cultura das principais etnias que povoaram o território.

Doutor Ricardo

Doutor Ricardo – Terra do Filó – missa resgatando a religiosidade e, após, filó típico da cultura italiana com a partilha de um prato para dividir com amigos na Igreja Matriz São Caetano.

Coqueiro Baixo

Aulas com jogos, visitas e exposições voltadas para estudantes, com o objetivo de despertar nos alunos e em toda a comunidade escolar, a consciência da importância da conservação e preservação do patrimônio público e da valorização do patrimônio imaterial presente na sociedade a partir da realidade da escola, provocando situações de aprendizado sobre o processo cultural.

 

Crédito: Plural Comunicação Integrada
Foto: Divulgação/Secultur Estrela