Artigos - Saúde e Bem-estar

“Dietas da Moda” – por Daiane Bergamaschi

daiane-bergamaschi-nutricionista-pos-graduada-em-gestao-da-qualidade-no-processamento-de-alimentos
Daiane Bergamaschi (Foto: Divulgação)

Quem não conhece alguém que já tenha feito uma dieta? Você mesmo já seguiu alguma de capa de revista que prometeu reduzir muitos quilos em pouco tempo!? Mas, a questão é: Deu certo? Por quanto tempo?

A mídia impõe hoje um padrão de beleza, sendo que associa a imagem do corpo ideal ao corpo magro, e nos bombardeia de informações sobre alimentos específicos e formas de se alimentar, não necessariamente se preocupando com a saúde das pessoas.

Com o passar dos anos, e também devido ao aumento significativo de sobrepeso e obesidade, surgiram inúmeras dietas da moda, sendo que todas possuem características em comum, tais como: perda de peso rápida; são restritivas; possuem bons resultados no início; tem adesão temporária, pois o que é proposto não condiz com os hábitos e o cotidiano do indivíduo; possivelmente causam efeito rebote e, além disso, não promovem Reeducação Alimentar.

É quase certo que você já ouviu falar em alguma delas, que prometem milagres e resultados imediatos: Dieta Detox, Dieta sem Glúten, Dieta da Sopa, Dieta da Lua, Dieta do tipo Sanguíneo, Dieta dos Pontos, dentre outras.

Uma coisa é certa e deve ficar clara! Não existe fórmula mágica para perder peso e todas as dietas da moda são destinadas a frustrações. Dietas restritivas levam a deficiências nutricionais sérias, podendo ser extremamente prejudiciais ao equilíbrio do organismo, por isso, o plano alimentar deve ser equilibrado e contemplar todos os grupos de alimentos necessários ao nosso organismo.

Desta maneira, a melhor forma para perder peso sem recuperá-lo e de forma saudável é por meio de uma reeducação alimentar. Para isso o indivíduo aprenderá a controlar seus impulsos e desejos de maneira gradual, sem restrição total de nenhum nutriente e proibições, respeitando sua individualidade, assim como seus hábitos, preferências e cultura.
Lembre-se que o processo de emagrecimento é muito mais importante do que simplesmente alcançar o peso ideal. É preciso mudar atitudes, comportamentos, a mentalidade, conhecer mais a si mesmo e saber organizar e planejar sua vida.

Daiane Bergamaschi – Nutricionista Pós-graduada em Gestão da Qualidade no Processamento de Alimentos