RS Educação RSS Imigrante

Diversas ações pautaram escolas e equipe da Educação na última semana

Alunos participaram da primeira fase da OBMEP (Foto: Luise Tombini/Divulgação)

As escolas do município de Imigrante e as equipes da Secretaria Municipal da Educação, Cultura, Desporto e Turismo de Imigrante participaram de diversas atividades.

Os alunos participaram da primeira fase da OBMEP, já as equipes diretivas e representantes da pasta participaram de reuniões do PNAIC, Conferência de Educação e a implantação do Programa Mais Alfabetização.

PNAIC

O Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (PNAIC) é um compromisso formal e solidário assumido pelos governos Federal, do Distrito Federal, dos Estados e dos Municípios, desde 2012, para atender à Meta 5 do Plano Nacional da Educação (PNE), que estabelece a obrigatoriedade de “Alfabetizar todas as crianças, no máximo, até o final do 3º ano do Ensino Fundamental. Para os anos de 2017 e 2018 o PNAIC ampliou a área de ação, envolvendo também as turmas de Pré-escola, que possui alunos de 4 e 5 anos.

O município de Imigrante participa do programa desde o ano de 2013 e vem desenvolvendo formação continuada para os professores que atuam nas turmas de abrangência do projeto. Esta formação é feita por professores da própria Rede, devidamente capacitados pelo Programa. A Universidade Federal de Pelotas é a entidade responsável por oferecer a capacitação aos professores formadores, que posteriormente replicam esta formação aos professores da Rede Municipal.

Momentos de formação e planejamento estão sendo desenvolvidos desde novembro de 2017 pelas formadoras locais Inês Von Mühlen – Pré-escola e Daniela Kohl Duarte – Ciclo de Alfabetização. Atividades teóricas e práticas fazem parte dos momentos de estudo do grupo de professores, refletindo diretamente no trabalho pedagógico desenvolvido em sala de aula.

O PNAIC que tem como Coordenadora Local a professora Magali Röhsig, tem como principal objetivo atender à Meta 5 do Plano Nacional da Educação (PNE), que estabelece a obrigatoriedade de “Alfabetizar todas as crianças, no máximo, até o final do 3º (terceiro) ano do ensino fundamental”.

PROGRAMA MAIS ALFABETIZAÇÃO

O Programa Mais Alfabetização, instituído pelo Ministério da Educação, inicia suas atividades na próxima semana, contemplando alunos da EMEF Arco-Íris e EMEF Santo Antônio. Com objetivo de fortalecer e apoiar as unidades escolares no processo de alfabetização, para fins de leitura, escrita e matemática dos estudantes, atuando diretamente nas turmas de 1º e 2º anos do Ensino Fundamental.

As Escolas contarão com o apoio de um Assistente de Alfabetização selecionado através de processo seletivo simplificado, que atuará como auxiliar do trabalho pedagógico do professor alfabetizador. Imigrante foi contemplado com 5 horas semanais por turma, sendo selecionadas duas turmas na EMEF Arco-Íris e uma turma na EMEF Santo Antônio.

A Assistente de Alfabetização selecionada é Lira Lutterbeck que iniciará o trabalho na próxima semana, de acordo com cronograma elaborado com as direções das referidas escolas.

CONAE

Na última terça-feira, 05 de junho, Imigrante esteve representado na Conferência Intermunicipal de Educação que teve como tema principal a “Consolidação do Sistema Nacional de Educação – SNE e o Plano Nacional de Educação PNE: monitoramento, avaliação e proposição de políticas para a garantia do direito à educação de qualidade social, pública, gratuita e laica”. O encontro reuniu 15 municípios e foi realizado em Teutônia.

Dentre os oito eixos debatidos, Imigrante ficou responsável por coordenar o terceiro, que abordava planos decenais, SNE e gestão democrática: participação popular e controle social.

Ao final, os grupos expuseram as observações de cada temática. Por fim, efetuaram a votação por manter ou tirar as modificações sugeridas.

OBMEP

Também no dia 05 de junho foi aplicada a prova da primeira fase da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP). Cerca de cem alunos, do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental, das Escolas Santo Antônio e Arco-Íris realizaram as provas.

Já a Escola 25 de Maio, que possui Ensino Médio, teve 89 estudantes que participaram da OBMEP.

Texto: Ascom Imigrante