Artigos - Educação

Educação Financeira: você sabe a sua importância?

Educação Financeira não significa abrir mão de tudo (Foto: Reprodução/Google)

Antes de definirmos o que é Educação Financeira, vamos dizer o que não é significado de educação financeira.

Educação Financeira não quer dizer que você não pode consumir nada além do básico para sua sobrevivência.

Não quer dizer que você tenha que abrir mão de tudo o que tem prazer em fazer e nem que você tenha que ter uma vida miserável agora para que o seu futuro seja melhor.

Mas afinal, o que é Educação Financeira?

A Educação Financeira existe para mostrar que podemos ter uma vida plena e equilibrada, sem abrir mão do que nos dá prazer, sem deixarmos nossos sonhos de lado. Inclusive, ela nos ajuda na realização de nossos sonhos.

Mas, para isso, precisamos entender como a Educação Financeira funciona na nossa vida.

Como funciona a Educação Financeira

A Educação Financeira está pautada em alguns princípios e hábitos importantes: você pode gastar o seu dinheiro com o que você quiser, desde que não ultrapasse o valor que você recebe mensalmente. Isso evita que você contraia dívidas e crie uma bola de neve na sua vida.

Para isso, você deve compreender o que se chama de consumo consciente. Ter o equilíbrio entre o que você deseja e o que você precisa. Talvez você deseje o último iPhone,  mas não tenha todo dinheiro agora para comprá-lo. E no momento, um celular mais em conta quebre o seu galho. Você não precisa desistir do seu desejo, só deve adiá-lo e traçar um plano para alcançá-lo, sem contrair uma dívida para isso.

Somos seres pautados em hábitos e quanto mais praticamos, mais forte eles ficam, e isso vale para hábitos bons e ruins.

Identifique o hábito que está lhe prejudicando e troque por outro que lhe beneficie. Não é simples, exige muito esforço, mas é necessário.

E isso vale para os hábitos de consumo. Há pessoas que empilham produtos nas prateleiras da sua casa: isso se chama desperdício, pois na maioria das vezes estes produtos vencem ou são jogados fora por não serem usados, mas o seu dinheiro foi gasto e não voltará mais.

Viva com consciência: muitas vezes consumimos no automático, sem pensar muito, sem investigar a necessidade, sem nos questionarmos se é realmente importante. Fazemos isso porque estamos no nível inconsciente. Saia dele e tente ficar o maior tempo possível no nível consciente.

A Educação Financeira está aí para melhorarmos nossos atos de consumo e para nos fornecer as ferramentas necessárias para uma vida equilibrada, em que conseguimos realizar nossos desejos ao longo da vida sem comprometermos nosso futuro nem deixarmos de viver nosso presente.

Luciano Fontana é empresário e fundador da Lume Centro de Educação Profissional. Apaixonado por educação e finanças, tem como objetivo ajudar as pessoas na transformação da sua vida financeira.