Educação Progresso

Educação realiza projeto sobre “Bullying e Obesidade” nas Escolas

Atividades são realizadas com toda a comunidade escolar (Foto: Divulgação)
Atividades são realizadas com toda a comunidade escolar (Foto: Divulgação)

Nas Escolas Municipais está sendo desenvolvido pela Secretaria de Educação, o projeto “Bullying e Obesidade”. As atividades são realizadas em dois momentos: palestras com pais, professores e alunos do 5º ao 9º ano, desenvolvidas pela nutricionista Fabiane Capellari e pela psicóloga Fernanda Conzatti e paralelo a isso, os alunos da Pré-escola até o 5º ano, recebem a hora do conto referente ao mesmo tema, desenvolvida pela funcionária da biblioteca municipal, Rúbia Artus. As atividades são acompanhadas pela supervisora pedagógica, Hulda Margaret Chaba.

O projeto surgiu a partir da implementação da lei nº 13.185/2015, a qual institui um Programa de Combate ao Bullying em todo o país. O objetivo dessa lei é de disseminar campanhas de educação, conscientização, informação e combate ao Bullying, além de dar assistência psicológica, social e jurídica às vítimas e aos agressores. Sendo assim, torna-se dever dos estabelecimentos de ensino assegurar medidas que vão ao encontro dos objetivos da lei. O Bullying é entendido como um ato de violência física ou psicológica, intencional e repetitivo, contra uma pessoa ou um grupo, com o objetivo de intimidar ou agredir, trazendo diversas consequências a todos os envolvidos.

os organizadores comentam que a criança obesa é frequentemente afetada pelo Bullying, já que a forma do seu corpo pode gerar insultos e apelidos. Dessa forma, perceberam também a importância de falar sobre a obesidade. “É imprescindível tratar o excesso de peso, pois podemos perceber a obesidade como um resultado de pessoas respondendo normalmente aos ambientes obeso gênicos em que vivem, desenvolvendo, muitas vezes, condições como diabetes tipo 2, hipertensão, hipercolesterolemia, doenças cardíacas, acidentes vasculares cerebrais, asma e artrite. Atualmente, tanto o Bullying quanto à obesidade, são considerados um problema mundial, complexo e de causas múltiplas, sendo importante o desenvolvimento de ações de prevenção e combate”.

Texto: Portal Região dos Vales/Ascom Progresso