Vale do Rio Pardo RS RSS Rural - Agricultura

Efetuada aquisição de área para implantação do Projeto ASA

Assinatura foi formalizada simbolizando venda da área de terra (Foto: Carina Marques)

Mais uma etapa no Programa América Sociedade Avícola da Dália Alimentos foi formalizada na segunda-feira, dia 18 de junho. A compra da área para edificação do matrizeiro onde serão produzidos os ovos férteis para abastecer o incubatório que, por sua vez, produzirá os pintinhos que serão alojados nos condomínios para produção de frango de corte no projeto avícola.

A área adquirida possui 76 hectares e abrigará as edificações do Projeto América Sociedade Avícola (ASA). Está localizada na localidade de Monte Alegre, no município de Vale Verde, no Vale do Rio Pardo. Participaram da assinatura do documento de compra as proprietárias da área, Lídia Helena e Norma Regina Malheiros; o presidente da sociedade ASA, Reinaldo Cornelli; o vice-presidente, Rodrigo Werner e o tesoureiro Ivo Dirceu Villa, que juntos a outros 34 funcionários da cooperativa fazem parte do projeto. Representando a Dália Alimentos, também participou da assinatura o presidente do Conselho de Administração da Dália Alimentos, Gilberto Antônio Piccinini.

O Projeto ASA é uma das etapas do Programa América Sociedade Avícola da Dália Alimentos. Nesta sociedade será edificado o matrizeiro que compreenderá duas granjas matriz/recria com capacidade para 30 mil matrizes cada uma e quatro granjas matrizes/postura com capacidade para 29 mil matrizes cada uma. O investimento será de R$ 20 milhões e terá a participação de 37 funcionários da Dália Alimentos, além da cota da cooperativa.

As outras etapas do programa compreendem: o Incubatório, que será edificado em Mato Leitão, onde os ovos serão chocados; os Núcleos de Produção de Frango de Corte, que serão construídos em nove municípios do Vale do Taquari e terão a participação de aproximadamente 200 associados; e o Complexo Avícola, que consiste no frigorífico e na fábrica de farinhas e ração, em fase de edificação no município de Arroio do Meio, no Vale do Taquari.

De acordo com o tesoureiro, Ivo Dirceu Villa, o ato representa a conclusão de um longo processo que compreendeu a seleção da área, aprovação junto aos órgãos ambientais, negociação com as proprietárias e a parceria com a prefeitura e com o Sicredi, que acreditarem no projeto. “Este é um projeto desafiador devido ao alto valor do investimento previsto, além de ser estimulante, considerando as parcerias constituídas, o espírito empreendedor de todos os envolvidos, o desejo de prosperar e a crença na viabilidade desta nova atividade da Dália Alimentos”.

Etapas do AMÉRICA PROGRAMA AVÍCOLA:

– MATRIZEIRO: Será edificado no município de Vale Verde, na região do Vale do Rio Pardo. O investimento será de R$ 20 milhões e terá a participação de 37 funcionários da Dália Alimentos, além da cota da cooperativa. Neste empreendimento serão produzidos os ovos férteis. O matrizeiro compreenderá duas granjas matriz/recria com capacidade para 30 mil matrizes cada uma e quatro granjas matrizes/postura com capacidade para 29 mil matrizes cada uma.

– INCUBATÓRIO: Parte integrante do Complexo Avícola, o incubatório de aves também está com obras de terraplenagem em andamento no município de Mato Leitão. A área, que está sendo preparada pelo município, tem seis hectares e está localizada na comunidade de Palanque Pequeno. No incubatório serão produzidos 1,2 milhão de pintos que irão abastecer os nove condomínios de produção de frango de corte. O Investimento será de R$ 12 milhões.

– NÚCLEOS DE PRODUÇÃO DE FRANGO DE CORTE (CONDOMÍNIOS): Um total de oito áreas já estão consolidadas para a implantação dos condomínios para criação de frangos de corte e já iniciaram a terraplenagem. Está em fase final a agregação de uma última área para completar o número de nove empreendimentos programados. Estão definidas as áreas nos municípios de Encantado (que terá duas áreas), Anta Gorda, Marques de Souza, Mato Leitão, Venâncio Aires, Vespasiano Corrêa e Cruzeiro do Sul. Cada núcleo terá oito pavilhões com capacidade total para alojar 275 mil aves/lote. O investimento em cada condomínio será de R$ 7,5 milhões.

– COMPLEXO AVÍCOLA: Está em fase de construção em Palmas, no município de Arroio do Meio, no Vale do Taquari. Compreende um frigorífico de aves, uma fábrica de farinhas e uma de ração. O Complexo demandará investimento de R$ 95 milhões por parte da Dália Alimentos. O abate inicial será de 55 mil aves/dia com capacidade posterior de abate para até 110 mil aves/dia. No frigorífico, se encontra em fase adiantada a instalação do sistema de frigorificação, sendo que já foram adquiridos os equipamentos das linhas de abate e de evisceração automática.

Texto: Ascom Dália Alimentos