Educação Estrela

EJA tem primeiros dias de aula

Mais de 50 pessoas estão matriculadas no Programa de Educação de Jovens e Adultos, com aulas noturnas na Emef Leo Joas

O Programa de Educação de Jovens e Adultos (EJA) de Estrela iniciou, nesta segunda-feira (25), a segunda semana do seu novo ano letivo. As aulas diárias ocorrem no turno da noite, sempre na Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Leo Joas, no Bairro das Indústrias. Ao todo estão matriculados 50 alunos. Para muitos deles, um recomeço sem precedentes.

Elidiene Soares de Oliveira (37) é uma das que voltou às salas de aula através do EJA com um objetivo definido: completar no mínimo o Ensino Fundamental. O retorno da moradora do Bairro Pinheiros ao 9º ano ocorreu já em 2018, mas não foi finalizado. “Não consegui completar porque as exigências de serviço me obrigaram a parar, assim como ocorreu quando abandonei os estudos aos 14 anos. Mas minha vontade sempre foi de voltar, seguir”, diz. Tanto que este ano ela não pensou duas vezes antes de se matricular de novo no EJA. “Desta vez não quero parrar, pois estudo hoje é essencial para se conseguir algo melhor. E quero algo melhor. Mas também porque gosto de vir aqui. O pessoal do EJA tem muita paciência com as pessoas que, por algum motivo, tiveram que um dia parar com os estudos.” Ao todo os alunos estão divididos em seis turmas (T1 a T6), conforme o período escolar, sendo que T1 e T2 correspondem aos anos iniciais, alfabetização, e os demais do sexto ao nono ano. São oito professores responsáveis pelas aulas.

Para a coordenadona da escola onde funciona o EJA, e também professora de geografia do programa, Malgarete Cattani, mais conhecida como “Eti”, o sistema busca tornar acessível o recomeço nas salas de aula a quem algum dia, por um motivo ou outro, precisou ou quis parar com os estudos. “Trata-se um horário alternativo, que permite que a maioria das pessoas sigam trabalhando ou cuidando de suas famílias nas principais horas do dia. Por colocar pessoas que pararam com os estudos pelos mais diversos motivos, de todas as idades, em um mesmo ambiente e com um mesmo objetivo, se reduz o constrangimento, equipara-se as dificuldades e ao mesmo tempo faz com que um motive o outro”, explica ela. Mais informações na escola (Rua Augusto Frederico Markus, s/nº) e pelo telefone 3981-1072.

 

Texto: Rodrigo Angeli
Departamento de Comunicação e Marketing
Prefeitura de Estrela