Vale do Taquari Geral

Eleição do Codevat será em dezembro

Consulta Popular será exclusivamente por meio da internet. Foto: Divulgação

Conselheiros definiram em assembleia na tarde de ontem prorrogação do mandato da atual diretoria. Atual presidente, a economista Cintia Agostini, confirma saída. Antes, região prepara sistema de votação da Consulta Popular. Repasse para o Vale será de R$ 630 mil divididos em dois anos

Os integrantes do Conselho de Desenvolvimento (Codevat) foram unânimes e aprovaram a proposta de prorrogação do mandato da atual diretoria da entidade até dezembro. Depois disso, será feita a eleição.
O conselho formado em 1991 também terá um novo endereço. A secretaria executiva sai da Univates e vai para a sede da Associação dos Municípios do Vale do Taquari (Amvat), em Estrela.

A economista e atual presidente, Cintia Agostini, deixa a frente do Codevat após a mudança e o novo pleito. À frente da entidade há quase oito anos, realça a necessidade de formar mais lideranças regionais. “O conselho não pode ser pessoalizado”, afirma.

O processo de escolha da diretoria estava marcado para março. Devido à pandemia, foi necessário transferir a eleição. Diante da continuidade das infecções, o processo de Consulta Popular e o pleito municipal para prefeitos e vereadores, a diretoria do Codevat solicitou a postergação. “Foi muito tranquilo. Os conselheiros entenderam. Agora poderemos fazer uma transição com calma, tanto para o novo endereço quanto para definir a nova diretoria.”

Os detalhes desse processo foram avaliados em assembleia na tarde de ontem. O Codevat congrega líderes locais das áreas política, econômica, social e cultural de 36 municípios do Vale do Taquari, com atuação em assuntos estratégicos do Vale do Taquari.

 

Dos R$ 20 milhões orçados, Vale fica com R$ 630 mil

A cédula com os projetos que farão parte da Consulta Popular será definida em assembleia do Codevat com o governo do Estado no dia 8, próxima terça-feira. O encontro virtual ocorre às 9h30min.

O Executivo gaúcho destinou R$ 20 milhões para o processo. O montante será pago em duas parcelas. Uma em 2021 e a outra no outro ano. Para o Vale do Taquari, serão R$ 630 mil, também em duas parcelas.

Conforme Cíntia, a escolha regional não terá projetos das áreas de Educação, Saúde e Segurança. O período de votação será do dia 26 de outubro até 3 de novembro.Toda a votação será virtual, sem atividades presenciais.

 


Cronograma da Consulta Popular

• 8 a 16 de setembro: assembleias iniciais
• 9 a 23 de setembro: assembleias regionais, microrregionais ou municipais
• 28 de setembro a 6 de outubro: assembleias ampliadas on-line (definição da cédula de votação)
• 8 a 12 de outubro: homologação das cédulas
• 26 de outubro a 3 de novembro: votação

 

FONTE: JORNAL A HORA