Vale do Taquari Rural - Agricultura Mato Leitão

Em dezembro, Matrizeiro terá os primeiros ovos férteis

Machos e fêmeas foram alocados em pavilhão destinado à produção de ovos

Machos e fêmeas foram transferidos de instalação. Ovos gerados serão encaminhados a Incubatório em Mato Leitão

 Entre os dias 6 e 11 de novembro as aves do Núcleo 1 Recria foram transferidas para o Núcleo 3 Produção do Matrizeiro ASA (América Sociedade Avícola), cuja granja está localizada em Vale Verde. Foi um total de 2.900 machos e 24.440 fêmeas neste que é o estágio número 1 do Programa Frango de Corte da Cooperativa Dália Alimentos.

Nesta etapa há o acasalamento das aves para a geração de ovos férteis aptos a serem encaminhados ao Incubatório, localizado no município de Mato Leitão, que consiste no estágio número 2 do programa. Estima-se que o primeiro ovo nasça entre os primeiros dias de dezembro. O total de ovos férteis programados por lote é de 4.521.000.

A estrutura da granja conta com dois núcleos de recria (com dois aviários cada) e quatro núcleos de produção (com dois aviários cada). No ciclo de recria as fêmeas e os machos permanecem alojados pelo período de 22 semanas e depois são transferidos e confinados para a produção dos ovos férteis entre 22 a 65 semanas. Uma matriz produzirá em torno de 185 ovos incubáveis, dos quais irão nascer 150 pintinhos que serão confinados nos nove condomínios para a produção de frangos de corte.

O Matrizeiro atingirá o maior volume de ovos incubáveis semanalmente a partir de julho de 2021, quando produzirá cerca de 345 mil ovos férteis incubáveis.

 

Assessoria de Imprensa Cooperativa Dália Alimentos

Jornalista Carina Marques