Brasil RSS Eventos Destaques

Em dia de Fabiana Murer, atletismo do Brasil confirma maior delegação da história em Jogos Olímpicos

A pouco mais de um mês dos Jogos Olímpicos, Fabiana Murer alcança melhor marca de sua carreira no salto com vara: 4,87m (Foto: Getty Images/Alexandre Schneider)
A pouco mais de um mês dos Jogos Olímpicos, Fabiana Murer alcança melhor marca de sua carreira no salto com vara: 4,87m (Foto: Getty Images/Alexandre Schneider)

Fabiana Murer registrou no domingo (03) a melhor marca de sua carreira no salto com vara. Com 4,87m, ela superou por um centímetro a grega Ekaterini Stefanídi no Troféu Brasil de Atletismo, em São Bernardo do Campo, São Paulo. Murer admitiu que faltou força para conseguir uma marca melhor, mas o trabalho técnico e a coordenação garantiram o ótimo desempenho, credenciando a brasileira a uma medalha no Rio. “Tentei os 5m, não consegui. Tentei a segunda vez, mas estava cansada. Vou deixar para fazer mais para a frente…”.

A ótima marca credencia a brasileira ao pódio no Brasil, apesar da cautela ao tratar do assunto. “Tem pelo menos seis atletas com chance de medalha Olímpica. É um grupo forte, a disputa está aberta”, diz. O desempenho de Murer não foi a única boa notícia do dia. A Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) confirmou 66 atletas no Rio 2016, com 36 homens e 30 mulheres. É a maior delegação da história da modalidade em Jogos Olímpicos.

Outros classificados O salto com vara brasileiro também terá Joana Costa na disputa do Rio 2016. A atleta de 35 anos atingiu o índice de 4,50m neste domingo. No triplo, Nubia Soares conseguiu vaga ao alcançar 14,17m. Já a velocista Kauiza Venâncio fez 22s93 nos 200m e também se classificou. Nos 200m masculinos, conseguiram vagas Jorge Vides, com 20s40, e Vitor Hugo dos Santos, com 20s50. Para Vitor Hugo, foi a segunda vaga Olímpica, pois já estava garantido nos 100m.

Texto: Ascom Rio 2016