Iniciativa Encantado Destaques

Em Santa Catarina, encantadenses aprofundam conhecimento sobre a metodologia do Prodel

Os três encantadenses que participaram da capacitação dos Agentes de Articulação do Programa de Desenvolvimento Econômico Local (Prodel) em Santa Catarina avaliam positivamente a semana de atividades na cidade de Orleans.

A executiva da Associação Comercial e Industrial de Encantado (ACI-E), Bernardete Rissi, o agente de relacionamento da entidade, Lucas Schneiders, e o assessor de Inovação e Tecnologia da Administração Municipal de Encantado, Gustavo Radaelli, representaram o município no Seminário Técnico Nacional da Rede DEL Município
Sustentável e DEL Turismo realizado na semana passada.

Além de gaúchos, a capacitação reuniu 50 agentes de relacionamento do Prodel de Santa Catarina, Minas Gerais, Rio Grande do Norte e Mato Grosso do Sul. Para Bernardete, o treinamento possibilitou enxergar com mais detalhes a metodologia aplicada pelo Programa. “Conhecer outros municípios que já se utilizam da metodologia trouxe segurança e expectativa, já que, segundo um dos consultores, o Prodel não é para quem quer, mas para quem tem as competências e o amadurecimento para fazer”, enfatiza. “Espero contribuir para desenvolvermos a cultura do planejamento na nossa Encantado. O planejar e o agir trazem resultados imediatos”.

Schneiders acrescenta que a qualificação possibilitou ao grupo conhecer o programa na sua essência, além de oportunizar a troca de experiências e a proximidade com municípios que já colhem os primeiros resultados do Prodel. “Foi uma das semanas mais ricas de toda minha vida profissional.

Muitas ideias e propostas também foram levantadas para desenvolver nossa cidade”, comenta. Radaelli chama atenção para a oportunidade que o grupo teve de ter acesso aos resultados já conquistados pelas cidades que desenvolvem o Programa há mais tempo. “Nos municípios onde o Prodel está em andamento, a comunidade participa junto do processo. Além da qualificação técnica sobre o Prodel tivemos a possibilidade de conhecer como é conduzido todo o processo nessas cidades”, diz.

Formação do Conselho

Uma das próximas etapas é definir a composição do Conselho de Desenvolvimento Econômico Local de Encantado, formado por 30 integrantes, 15 titulares e 15 suplentes. A função de presidente será exercida pelo prefeito Jonas Calvi.

As demais cadeiras serão ocupadas por representantes do Poder Público, setores produtivos e sociedade civil organizada. As vagas são distribuídas da seguinte forma: Administração Municipal (3), Universidade do Estado do Rio Grande do Sul (Uergs) (1), Emater (1), Associação

Comercial e Industrial de Encantado (ACI-E) (1), Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) (1), Associação dos Engenheiros e Arquitetos do Vale do Taquari (Assevale) (1), entidades sindicais, preferencialmente representadas pelo Sindicato dos Trabalhadores Rurais e/ou Sindicato dos Trabalhadores da Alimentação (1), Ordem dos Advogados do Brasil – OAB subseção Encantado (1), Rotary (1), Hospital Beneficente Santa Teresinha (1), Associação Amigos de Cristo (1), Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) (1) e Entidades tradicionalistas (1).

O Prodel

Idealizado pela ACI-E e o Comitê do Futuro, em parceria com a Administração Municipal, o Prodel tem como objetivo construir um modelo de gestão e planejamento de longo prazo, visando ampliar a capacidade econômica do município, a geração de emprego e a qualidade de vida.

Após o diagnóstico inicial, com base na realização de 91 entrevistas com lideranças locais, foram definidos quatro eixos potenciais para o desenvolvimento que serão trabalhados a partir de agora: Educação empreendedora, Inovação, Turismo e Ambiente Empresarial. As atividades terão a participação do Conselho de Desenvolvimento, além das Câmaras Técnicas compostas por voluntários.