RS Polícia

Emendas parlamentares destinam verba para a Segurança Pública no RS

As emendas destinarão recursos para 132 municípios no estado, totalizando um valor de R$ 65 milhões (Foto: Divulgação SSP)
As emendas destinarão recursos para 132 municípios no estado, totalizando um valor de R$ 65 milhões (Foto: Divulgação SSP)

Os reforços destinados à Segurança Pública do Rio Grande do Sul pela bancada gaúcha na Câmara Federal foram assunto de reunião na manhã da segunda-feira (22) entre o secretário Cezar Schirmer e representantes das Associações dos Municípios da Grande Porto Alegre e do Vale do Rio dos Sinos.

As emendas vão garantir recursos para 132 municípios, totalizando um valor de R$ 65 milhões. Previamente, o valor anunciado seria de R$ 124 milhões, mas o governo do Estado recebeu a notificação da redução do valor, passando de R$ 294 mil, por emenda, para R$ 193 mil. Com essa diminuição, as associações de municípios foram convidadas para elaborar projetos para melhor utilizar os recursos disponíveis. As propostas podem ser desenvolvidas de maneira individual, pelos municípios, ou de maneira regional.

Para a Região Metropolitana, os recursos disponíveis são de R$ 11 milhões, e   para o Vale do Rio dos Sinos, de R$ 4,8 milhões. A verba pode ser utilizada para videomonitoramento, cercamento eletrônico ou reaparelhamento das instituições de segurança, como compra de viaturas, coletes, armas e radiocomunicação.

Para o secretário Schimer, a integração entre os municípios e a SSP será fundamental para que os recursos sejam destinados de maneira breve e eficiente. “A Segurança Pública se beneficia da colaboração com os municípios. Essa redução de verba não foi decisão nossa, mas temos que trabalhar para investir corretamente o valor que será recebido. Os recursos devem ajudar no enfrentamento à criminalidade e aumentar o potencial das nossas instituições”, destacou.

A SSP prestará assistência aos municípios no desenvolvimento dos projetos, bem como nas suas execuções. As associações de municípios retornarão em até 10 dias com suas propostas para ser dado o devido encaminhamento e uso de recursos.

Estiveram presentes representantes da Associação dos Municípios da Grande Porto Alegre, da Associação dos Municípios do Vale do Rio dos Sinos, das prefeituras de Presidente Lucena, Campo Bom, Dois Irmãos, Morro Reuter,  Canoas e Novo Hamburgo, e da coordenação do Movimento Paz.

Texto: Ascom RS