RS Educação Encantado RSS

Empreendedores contribuem para o crescimento das vagas de trabalho

Busca de conhecimento e satisfação do cliente são alguns fatores para que o negócio obtenha resultados positivos.

Em 2018, de 2 milhões de vagas a serem abertas metade serão criadas por trabalhadores autônomos e microempresas (Foto: Reprodução/Google)

Imaginação, determinação, habilidade de organizar, de liderar pessoas e de conhecer etapas e processos são algumas características para quem almeja empreender. Mas para dar o primeiro passo é preciso conhecimento e saber identificar as reais possibilidades.

De acordo com uma pesquisa realizada pelo banco Santander, em 2018 de 2 milhões  de vagas a serem abertas metade serão criadas por trabalhadores autônomos e microempresas. O resultado é decorrente da instabilidade econômica atual.

O casal Bruna e Rodrigo almejam abrir filiais da Don Fulano Sorveteria e Cafeteria (Foto: Vanessa Paliosa)

O casal Rodrigo Bandeira e Bruna Pelegrini, 22 anos, fazem parte deste dado. Desde maio, a Don Fulano Sorveteria e Cafeteria, que fixou localização em Encantado, veio com um novo conceito no mercado alimentício e busca superar todos os dias os cerca de 2.500 clientes mensais. “Sempre quis ter meu próprio negócio. A Don Fulano já existia em Muçum, mas a cidade não tinha um número de pessoas suficientes para movimentar o empreendimento. Então decidimos vir para cá”, conta Bandeira.

Bandeira, que trancou o curso Técnico de Administração por não conseguir conciliar o tempo de trabalho e estudo, relata a importância de ter realizado uma disciplina que fez toda a diferença para seguir com o empreendimento. “As questões burocráticas são mais complicadas. Mesmo contando com o auxílio do escritório contábil as aulas me auxiliaram a entender como funcionam as horas de trabalho, por exemplo, dos colaboradores”, conta.

De acordo com Bruna, que é aluna do curso Técnico de Administração, atuar junto a Don Fulano ao mesmo tempo que está em sala de aula tem sido uma experiência importante. “O curso é multidisciplinar. Tenho desenvolvido, por exemplo, a solução de conflitos e problemas que são comuns dentro de uma empresa. Provavelmente sem ter este aprendizado seria mais difícil, essa vivência faz o empreendedor ter uma outra visão das coisas e sem dúvida agrega”, explica.

Pesquisa, busca frequente por conhecimento e atendimento ao cliente são os fatores que, conforme eles, fazem a diferença. “Estou sempre pensando em novos produtos, fazendo experimentos, mas atender bem o consumidor, aceitar o feedback é fundamental”, ressalta Bandeira que pretende voltar à sala de aula.

Além do lançamento de novos produtos, de ideias que já estão sendo desenvolvidas para o próximo verão, o casal relata que pensam em abrir filiais. “Num futuro próximo eu planejo este crescimento, hoje já cogito a possibilidade de abrir um espaço em outra cidade também”, almeja Bandeira.

Marido de Aluguel 

Meneghini administra a empresa Marido de Aluguel (Foto: Arquivo Pessoal)

A empresa Marido de Aluguel surgiu em menos de um ano. Conforme o proprietário, Elivelton Meneghini, a oportunidade de empreender, de usar todo conhecimento absorvido para um fim lucrativo veio após a conclusão dos cursos. “Minha família me apoiou totalmente na ideia de abrir uma empresa, que mesmo pequena há grandes ambições”, diz.

Ele conta que sempre se interessou por Elétrica Residencial e viu no curso a oportunidade de investir num próprio negócio. “Há algum tempo venho me atualizando profissionalmente através de curso técnicos, buscando em diversas instituições oportunidades para incrementar em meu trabalho. Eis que encontrei a LUMECEP, de fácil acesso, pois, atualmente, resido na cidade vizinha. Desde o primeiro contato tive a certeza que estava fazendo um bom investimento”, relembra.

Ele conta que em ambos os cursos buscou aproveitar o máximo que era ensinado, sempre mantendo contato com o professor para sanar possíveis dúvidas e aprender além da sala de aula. Após o Elétrica Residencial, realizou o Elétrica Industrial. Ao conclui-los foi convidado para conhecer a nova modalidade EaD, o Luminotécnica, oferecida pela escola. “Como tinha noção que os cursos ofertados pela instituição eram de total confiança, me inscrevi e realizei o mesmo. Um curso proporcionalmente curto, porém, com muito ensino a ser repassado. Em menos de um ano já tinha realizado três cursos e tinha uma nova profissão a caminho”, ressalta.

Com foco não só na área de eletricidade, mas também na área hidráulica e em reparos em geral, Meneghini se diz satisfeito e almeja uma proporção maior. “É um curto prazo, mas a Marido de Aluguel vem crescendo gradativamente, espalhando-se para as cidades vizinhas. Só tenho a agradecer a todos que de uma forma ou outra fizeram parte do meu crescimento profissional”, enaltece.

Desde abril a Lume Centro de Educação Profissional oferece cursos EaD. Experimente o curso de Empreendedorismo gratuito. Acesse AQUI e saiba mais.

Mais informações sobre os cursos de Administração e Elétrica podem ser obtidas junto a escola, na rua Borges de Medeiros, nº 25, centro, Encantado, pelo telefone (51) 3751-6812 ou e-mail comercial@lumeonline.com.br.

Texto: Ascom LUMECEP, com informações do G1