Artigos - Gestão de Pessoas

Empreender – os desafios de quem decide trabalhar sozinho! – por Márcia Sehn

Márcia Sehn (Foto: Divulgação)

Empreender exige muita disciplina, conhecimento e persistência, especialmente quando se faz isso sozinho. Quem está sozinho no seu negócio, trabalhando em home office ou em um pequeno espaço profissional, sem contar com colegas de trabalho para compartilhar as conquistas e dificuldades diárias, enfrenta muitos desafios.
Você teve uma ideia de negócio e decidiu encarar o empreendedorismo? Então veja a seguir alguns desafios que o empreendedor individual encontra e aprenda com as dicas de como minimizá-los:

Captar clientes – após criar seu produto ou serviço e colocá-lo no mercado, chega a difícil etapa de se conseguir os primeiros clientes, aquelas pessoas que vão apostar no que você tem a oferecer. A ação de captação tende a demorar um tempo, porém não desista: identifique seu público alvo e intensifique as estratégias de divulgação para aqueles com quem seu produto ou serviço mais combina e a quem ele traga mais benefícios.
Trabalhar sozinho – Num ambiente de trabalho padrão, sempre há pessoas que lhe estimulam. A existência de um clima organizacional e a companhia de colegas no cumprimento das atividades tende a elevar a motivação. O isolamento não impede um bom rendimento profissional, mas alguns profissionais podem ter dificuldade de superar. Para conseguir lidar melhor com isso, a dica é: mantenha disciplina com suas atividades diárias e desfrute de momentos de lazer que incluam a convivência com outras pessoas.

Falta de feedbacks – Do mesmo modo em que tem liberdade para escolher qual caminho seguir, a falta de críticas ou opiniões pode trazer ao empreendedor uma certa dúvida em suas decisões. Por isso, fique atento e atualizado das notícias diárias, analise bem o mercado e observe as experiências de outros profissionais na mesma atividade, antes de tomar uma decisão crítica. Outra forma de obter feedbacks é contar com seus clientes para avaliar seus serviços? Peça a eles o feedback de que você precisa. Além de fazer com que eles se sintam importantes para o seu negócio, você terá a avaliação de que você precisa.

Dar conta de muitas tarefas – quem trabalha sozinho precisa fazer todas as atividades da área de marketing, financeira, secretaria e atendimento. É necessário dar conta de muitas tarefas, algumas ao mesmo tempo. Desse modo, é importante ser organizado e cumprir a agenda do dia, estruturando sua rotina para evitar desperdício de tempo. Utilizar a tecnologia, por meio de softwares que organize reuniões com clientes e suas tarefas diárias, enviando notificações, poderá ser de grande ajuda para não perder prazos. Assim como aplicativos de planejamento, para otimizar seu tempo.

Ter controle financeiro – Esta é uma das principais áreas estratégicas para o bom funcionamento do empreendimento. Afinal, se não há entrada de recursos e controle das despesas, a empresa pode ter problemas no futuro. Por isso, focar somente no conhecimento específico para a sua atividade, você também terá que fazer um controle rigoroso das entradas e saídas financeiras, aprimorando a gestão financeira de seu negócio com as melhores informações e ferramentas.

Paixão, vontade de vencer, criatividade, desejo de deixar sua marca no mercado — todos esses elementos são essenciais a um empreendedor. Com conhecimento e determinação, é possível superar esses obstáculos e criar um negócio de sucesso!
Boa sorte!!

Ótima semana!

Marcia Sehn – Coach pela Sociedade Brasileira de Coaching e Pós-Graduada em Liderança Estratégica de Negócios e Pessoas