Região RSS Turismo

Empreendimentos rurais do Vale do Taquari serão catalogados

A partir de outubro, os empreendimentos rurais de todo o Estado serão catalogados. A atividade consiste num diagnóstico mais preciso do Turismo Rural, com o intuito de estruturar o segmento, fomentar a qualificação dos proprietários e trabalhadores para gerar trabalho e renda no campo. A ação é organizada pela Secretaria Estadual de Turismo, Esporte e Lazer (Setel) e no Vale do Taquari será desenvolvida pela Associação de Municípios de Turismo da Região dos Vales (Amturvales).

13686751_477395515800798_4055186850004076636_n
O turismo rural é uma forma de agregar valor ao patrimônio cultural e natural das comunidades do meio rural (Foto: Divulgação)

Em outubro, as turismólogas, Lizeli Bergamaschi, Elisabete Lenhard e Diuly Mahler, iniciam as visitas nos municípios para fazer o levantamento das propriedades de Turismo Rural que já existem na região. Em novembro este material será enviado para a Setel, que irá catalogar os dados para posteriormente, criar formas de apoiar e incentivar o turismo nestas propriedades.

Conforme Lizeli, a obtenção dos dados será realizada por meio de um questionário, que classifica as propriedades em termos de infraestrutura, tipos de atrativos e atividades desenvolvidas. “Hoje é bastante relevante o número de propriedades rurais que incorporam atividades turísticas em suas rotinas. Em virtude disso são necessárias ações para a estruturação e a caracterização desse tipo de turismo, para que essa tendência não se desenvolva desordenadamente. Esse cadastro é importante para que possamos ver o quanto esse tipo de turismo está presente nos municípios”.

O turismo rural é uma forma de agregar valor ao patrimônio cultural e natural das comunidades do meio rural. Além disso, é uma maneira eficaz de atuar na geração de trabalho e complementação de renda de quem depende desta atividade.

Para que o trabalho possa ser desenvolvido com êxito, as turismólogas precisam que os municípios auxiliem no deslocamento até as propriedades rurais. Para isso, a Amturvales dividiu as três profissionais conforme os seus municípios de atuação. A turismóloga Lizeli irá para Anta Gorda, Arvorezinha, Coqueiro Baixo, Dois Lajeados, Doutor Ricardo, Encantado, Ilópolis, Itapuca, Muçum, Nova Bréscia, Putinga, Relvado, Roca Sales e Vespasiano Corrêa.
A Elisabete ficou responsável pela coleta de dados em Arroio do Meio, Bom Retiro do Sul, Capitão, Colinas, Estrela, Fazenda Vilanova, Imigrante, Lajeado, Paverama, Poço das Antas, Pouso Novo, Tabaí, Taquari, Teutônia, Travesseiro e Westfália. Enquanto isso a Diuly fará o trabalho em Boqueirão do Leão, Canudos do Vale, Cruzeiro do Sul, Forquetinha, Marques de Souza, Progresso, Santa Clara do Sul e Sério.

Texto: Portal Região dos Vales