RS Eventos Destaques Lajeado

Empresários de confecções participam do Café & Negócios da Confec+

Com realização confirmada para agosto, a Confec+ promove atividades prévias que buscam prospectar e divulgar o potencial do evento no mercado de confecções. No último sábado (13), dezenas de pessoas participaram do Café& Negócios ocorrido no salão da Associação Comercial e Industrial de Lajeado (Acil). A plateia, formada por empresários que já compraram, fizeram reserva de espaço e interessados no evento, acompanhou painéis sobre moda e vendas, além de uma videoconferência voltada à temática das feiras.

A designer de moda Iôlany Haberkamp falou sobre as tendências de confecções, calçados e acessórios para o próximo verão. Apresentou as inspirações em cores, tecidos e looks que vão marcar as coleções da estação quente, dando exemplos variados como as estampas animal-print. As vendas virtuais foram o enfoque do administrador e empresário Fabiano Bladt, o qual destacou o e-commerce como estratégia de marca e negócios, deu dicas sobre como começar, os desafios e as oportunidades das empresas que o implantam como aliado da área comercial. Os dois assuntos ainda foram explorados num bate-papo mediado por Maísa Rasche.

Na sequência, por videoconferência o CEO da Rede Feiras, Fernando Lummertz, compartilhou seu conhecimento baseado nas feiras nacionais e internacionais das quais participa. De seu escritório em São Paulo demonstrou sua admiração por esse novo projeto que é a Confec+ e valorizou o atrativo por promover o crescimento das empresas. Ao ser perguntado sobre como os expositores podem medir resultados de feiras, alertou para o desconhecimento de métricas. “Muitas vezes o retorno é apenas medido pela comparação do investimento com o valor vendido. A questão não é essa pequena mostra. Existe uma característica das feiras que é imbatível, que torna esse canal de vendas insuperável, que é o que chamamos de cauda longa. Depois que a feira termina é que a maioria das vendas começa a acontecer”, garantiu. Amparado no exemplo da Couromoda, que no começo ano abriu o calendário de feiras e registrou acréscimo de 40% no fechamento dos negócios, reforçou a relevância das feiras. “Não adianta ficar retraído, pensando que o momento não está favorável. Tem muita empresa que se esconde tanto que acaba desaparecendo. Então se mostrem, não há melhor ferramenta para se tornar visível do que participar de uma atividade assim”.

O coordenador geral da Confec+, Daniel Aires, explanou sobre as atrações confirmadas, como palestras, sessão de negócios e o Desafio da Moda. Listou as empresas confirmadas, os parceiros e o trabalho da comissão organizadora de também atrair lojistas e missões empresariais de várias partes do Rio Grande do Sul. A feira é uma realização da Lume Eventos e da Associação Comercial e Industrial de Lajeado (Acil) em parceria com a Comel Assessoria e Moldes Roupas. Mais informações no site www.confecmais.com.br .

Assessoria de Imprensa