Saúde RSS Paverama

Encontrados novos focos do mosquito Aedes aegypti em Paverama

Campanha de combate a Dengue (Foto: Divulgação)
Campanha de combate a Dengue (Foto: Divulgação)

A Secretaria Municipal de Saúde de Paverama, através da Agente de Combate às Endemias do Setor de Vigilância Epidemiológica, continua com um trabalho intenso de combate ao mosquito transmissor da Dengue, Zika e Chikungunya – o Aedes aegypti. Mesmo assim, novos focos foram encontrados nas últimas semanas.

A Agente de Combate as Endemias, Marilda Bilhar, juntamente com algumas Agentes Comunitários de Saúde (ACS), estiveram fazendo a coleta de larvas no perímetro urbano, trabalho o qual faz parte do Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes Aegypti – LIRA, que aconteceu entre os dias 3 e 7 de abril, realizado em cinco bairros da cidade, onde em dois deles foram constatados os focos do mosquito na Cidade Baixa e Fazenda São José, passando para seis, o número de focos encontrados no município. Além do registro de larvas do Aedes Aegypti também foi confirmado a presença do mosquito adulto.

Com este trabalho a campo, as equipes estão passando de residência em residência, verificando locais que acumulam água e também orientando as famílias. Pedimos que as pessoas vistoriem suas residências, porque são elas os locais onde ocorrem 80% de proliferação do mosquito, completou a responsável pela Vigilância Epidemiológica.

A orientação é que, quando as pessoas encontrarem larvas do mosquito, eliminem a água imediatamente, colocando sempre ao solo e nunca em um local que já existe água, tipo em um ralo ou caixa de esgoto. A preocupação com o acúmulo de água em lonas, latas o potes deve ser constante. Mas é importante que as pessoas verifiquem também outros pontos, como pneus, calhas, vasos de plantas, entre outros locais que acumulem água.

Algumas das medidas que as pessoas devem tomar para evitar a Dengue é o uso de repelentes, pois não existe vacina contra a dengue. “É um trabalho lento, difícil, que nem sempre conseguimos mobilizar as pessoas, muitos ainda não perceberam que o Brasil esta enfrentando uma epidemia de dengue, e que municípios aqui próximos já tem vários casos de dengue. Mas nós estamos preocupados sim, pois a dengue mata, portanto pedimos a todos, para que façam parte desta campanha, ajudem-nos a eliminar os criadouros do mosquito”, pois esta é a melhor medida de combate à dengue” destacou Marilda.

Denúncias podem ser feitas pelo telefone 3761-1113.

Texto: Ascom Paverama