Alimentação Muçum

Entidades, escolas e famílias receberam alimentos orgânicos

Dezoito famílias foram contempladas em primeira entrega. Créditos: Luís Gustavo Bettinelli

A Administração Municipal iniciou no último dia 1º a entrega dos alimentos adquiridos através do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). Foram dois dias fazendo a entrega no Hospital Beneficente Nossa Senhora Aparecida, na Escola Estadual de Ensino Médio General Souza Doca, e nas demais instituições que compõem a rede municipal de ensino, além de 18 famílias que apresentam vulnerabilidade social – conforme cadastro do Centro de Referência da Assistência Social (CRAS), de Muçum. Estes foram contemplados com alimentos orgânicos (frutas, verduras e legumes), oriundos de 16 produtores da Princesa das Pontes. Na entrega que marcou a efetivação do projeto, seis dos cadastrados, repassaram os alimentos.

A distribuição acontecerá sempre quinzenalmente, estendendo-se a outros produtores diferentes daqueles que participaram anteriormente. Conforme o secretário de Planejamento, Tiago Strieski, a próxima etapa abrange as mesmas entidades, no entanto, outras famílias. Ainda segundo ele, é permitido aos cadastrados comercializarem até R$ 6,5 mil. “A compra é de acordo com a oferta, visto que a produção de alimentos é sazonal”, explica.

A estruturação do programa na Princesa das Pontes, passa pela colaboração da Emater/Ascar – RS, através do técnico Jairo Belini; da nutricionista da secretária de Educação, Karine Patussi; o diretor do hospital, Walmor Lucca; e a secretária de Ação Social, Cultura, Turismo e Desporto, Jacinta Casagrande. Criado em 2003, o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) é uma ação que permite a obtenção de alimentos saudáveis por entidades públicas e filantrópicas e, ao mesmo tempo, fortalece a agricultura familiar. O programa utiliza mecanismos de comercialização que favorecem a compra direta de produtos destes produtores ou agroindústrias e, desta forma, agregar valor à produção.

A adesão de Muçum estava em trâmite desde meados do ano passado e precisou vencer diversos trâmites burocráticos para iniciação da compra. O pagamento aos agricultores cadastrados é feito pelo Governo Federal, em conta aberta na Caixa Econômica Federal.

 

Assessoria de Imprensa de Muçum