Educação Obras Estrela

Escola passa por ampla reforma para melhor receber alunos e famílias

Alunos, no pátio interno da escola, diante de fachada que já recebeu nova pintura

Uma série de melhorias estão sendo realizadas na ala mais antiga da Emef Odilo Afonso Thomé, mas obras serão ampliadas

O ritmo dos operários nos corredores da Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Odilo Afonso Thomé é intenso. Uma série de obras estão sendo realizadas nas instalações do educandário localizado no Bairro Imigrantes, em Estrela. Inicialmente as reformas incluem parte interna e externa das seis salas da ala mais antiga da escola, também corredores, além de banheiros, partes do ginásio e do auditório. A ação objetiva melhor atender e receber alunos e familiares, dar melhores condições de serviço a professores e funcionários, e busca melhorar a imagem da escola, que em 2020 completará 35 anos. O estilo enxaimel da escola e o painel do artista plástico Sérgio Werle, que embeleza o pátio interno, serão preservados.

O teto das seis salas foram higienizados, ocorreu a troca dos forros e dos pisos. Áreas internas e externas estão sendo lixadas e já recebem nova pintura, apenas na cor branca, com o objetivo de dar um clima mais leve ao espaço. Banheiros recebem melhorias, inclusive com a instalação de portas e novos equipamentos. “Queremos de uma maneira geral, além de deixar o espaço mais homogêneo, bonito, também dar um ar mais ‘clean’. Por isso a escolha da cor branca, que é levada muito em consideração nas aulas de ioga que são realizadas aqui com nossos alunos”, explica a diretora Letícia da Silva dos Santos. “Colocarmos azulejos brancos na parte inferior das paredes dos corredores. Assim os mesmos poderão ser utilizados, em diversos momentos e ações, como espécie de vitrine para trabalhos a serem expostos, fundo para pinturas com tintas removíveis e outras iniciativas”, detalha. No ginásio, as folhas do teto estão sendo trocas e melhorias pontuais realizadas. O auditório também ganhará atenção especial. Uma pintura está programada e o Círculo de Pais e Mestres deve colaborar com a reposição de persianas, lavagem das cortinas, a troca de algumas peças do piso parquet e o embelezamento dos mesmos. “Nosso auditório é amplo, bonito, apenas precisa de umas melhorias para receber nossos eventos e também de outras iniciativas.”

Outra proposta para as recentes melhorias, como explica Letícia Santos, é gradativamente fazer com que a entrada para a escola ocorra pelo bloco que agora é reformado. Hoje a mesma é feita pela ala mais baixa do educandário, que dá acesso ao prédio construído posteriormente. “Centralizará o espaço e facilitará a vida de alunos, funcionários e pais, além de ser mais bonito e prático.” Para tanto uma porta de vidro substituirá um portão de ferro, cujo acesso é hoje utilizado apenas em ocasiões especiais. Neste primeiro momento estão sendo investidos pela Secretaria Municipal de Educação (Smed), com recursos próprios, cerca de R$ 30 mil.

Rotina de obras

A presença de operários nos corredores da Emef Odilo Afonso Thomé não é uma novidade. O educandário tem recebido diversas melhorias ao longo dos últimos meses. Além de também ter sido beneficiado com a troca do mobiliário, o que ocorreu em todas as escolas da rede municipal, recentemente as salas de aula da ala mais nova foram pintadas. Num segundo momento, em outra ação que poderá superar os R$ 30 mil, está projetada a pintura da parte externa de toda a escola. “Os investimentos têm sido constantes e altos. Estamos aos poucos proporcionado mais conforto aos alunos e professores, além de oportunizar a todos um lugar mais agradável, bonito, criando uma nova identidade à escola”, afirma o titular da Smed, Marcelo Mallmann.

 

 

Texto: Rodrigo Angeli
Fotos: Rodrigo Angeli/Prefeitura de Estrela
Assessoria de Imprensa Estrela