Educação Lajeado

Escolas de Educação Infantil de Lajeado recebem cartilhas de prevenção ao abuso sexual

Na manhã desta quarta-feira, 10/07, a Prefeitura de Lajeado, por meio das secretarias do Trabalho, Habitação e Assistência Social (Sthas) e Educação (Sed), entregou cartilhas do Pipo e da Fifi, livro que orienta as crianças a se protegerem da violência sexual. A entrega foi feita para as diretoras das 23 Escolas Municipais de Educação Infantil (EMEIs) do município. A ação aconteceu no auditório da Sed e está vinculada ao Pacto Lajeado pela Paz e à Campanha Pipo e Fifi. As Escolas Municipais de Ensino Fundamental (EMEFs) também receberão as cartilhas, nesta quinta-feira, 11/07.

Desde 2016, o Município de Lajeado, por meio dos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) e do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), em parceria com escolas, vem desenvolvendo ações de prevenção à violência sexual de crianças e adolescentes, usando como dispositivo a cartilha Pipo e Fifi, elaborada por Caroline Arcari. Os livros infantis são lúdicos e funcionam como uma ferramenta de proteção, explicando às crianças, a partir dos 3 anos de idade, conceitos básicos sobre o corpo, sentimentos, convivência e trocas afetivas. A autora esteve em Lajeado no mês de junho, quando ministrou o curso de Metodologias e Prevenção de Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes na Perspectiva da Autoproteção, voltado para representantes de escolas da rede pública, municipal e privada de Lajeado.

Hoje, a Campanha Pipo e Fifi passou a integrar uma das ações de prevenção do Pacto Lajeado pela Paz. Com o objetivo de capacitar os educadores na prevenção ao abuso infantil, as cartilhas foram entregues às diretoras de cada EMEI. Cada escola deverá utilizar o livro como uma ferramenta de trabalho, relatando às unidades do CRAS, de que forma utilizaram o livro.

“Desde o início, a Campanha Pipo e Fifi sempre teve como propósito formar multiplicadores. Hoje, ao integrar o Pacto Lajeado pela Paz, a campanha ganha um alcance muito maior. E com a distribuição dessas cartilhas os educadores assumem o compromisso de se tornarem multiplicadores desse conteúdo e agentes na prevenção ao abuso sexual”, ressaltou a psicóloga, Daniane D’Agostino.

Com essa cartilha, as professoras podem ficar ainda mais próximas e mais capacitadas para identificarem indicativos de abuso infantil”, disse a diretora da EMEI Mundo Magico, Cláudia Leite.

Na ocasião, além da entrega dos materiais às escolas, os servidores da STHAS explicaram sobre a rede de atendimento à criança e ao adolescente do município, e como encaminhar casos para o CRAS, que atua na prevenção, e ao CREAS, que atua em situações de risco ou quando já ocorreu alguma violação de direitos.

Conforme o cronograma da Campanha, a próxima ação ocorre em agosto, quando crianças das EMEIs e EMEFs participarão de uma peça teatral do Pipo e da Fifi, no Teatro do Colégio Evangélico Alberto Torres (CEAT).

Texto e fotos Pietra Darde
Assessoria de Imprensa de Lajeado