Emprego RS RSS Os Vales em Notícia Destaques Explorando os Vales Estrela

Esperança do emprego no Feirão da Sedesth em Estrela

Ação conjunta da secretaria com 12 grandes empresas do município e região ofertou mais de 350 vagas nesta quinta-feira (19)

A fila começou a se formar às 2h da madrugada desta quinta-feira (19). Foi quando Joaquim Machado, de Dom Pedrito, há apenas 15 dias morando em Estrela, chegou na Associação dos Moradores do Bairro das Indústrias (Ambi). Às 9h, quando as portas do Feirão de Empregos organizado pela Secretaria Municipal do Desenvolvimento Social, Trabalho e Habitação (Sedesth) de Estrela foram abertas, a fila já era longa. Cerca de 600 pessoas de todas as idades, cidades, níveis escolares e contextos sociais estavam em busca de uma das 350 vagas oferecidas por 12 grandes empresas de Estrela e região, parceiras da iniciativa que transcorreria até o fim da tarde, sem fechar ao meio-dia.

O número de vagas e empresas parceiras cresceram nas últimas horas em relação às anunciadas oficialmente pelos organizadores. Foram 12: BRF, Atacadão, Trânsito, Scapini, Dália, Languiru, Docile, Conpasul/Dinacon, Minuano, Plastrela, Univale e Brasilata. O Senac também marcou presença. Foram ofertadas oportunidades diversas. Estas incluíam diferentes exigências, como escolaridade e específicas experiências, para funções da linha de produção a cargos administrativos. “O Natal está logo aí, e nosso objetivo é que consigamos fazer as festas de fim de ano de muitas famílias mais felizes e tranquilas”, destacou o titular da Sedesth, José Itamar Alves.

Todas empresas contavam com seus próprios estandes e equipes de atendimento. Cada uma seguiu a sua sistemática de processo seletivo. A Sedesth também mobilizou toda sua equipe para ajudar no andamento, desde a distribuição de fichas ainda na fila à chegada dos candidatos no ginásio, para então cadastramento e encaminhamento aos estandes. Fichas preferenciais foram distribuídas às gestantes, idosos e pessoas com crianças. Os pequenos dispunham de lugar especial para ficar enquanto os pais aguardavam o momento do atendimento. Do lado de fora, um painel trazia as principais vagas oferecidas, a fim de otimizar o tempo.

Joaquim Machado (30), o primeiro da fila, aproveitou bem as chances após as mais de sete horas de espera. Fez cadastro e mostrou seu currículo em várias empresas presentes. “Estava há cinco meses desempregado em Dom Pedrito. Mas estou há pelo menos três anos sem carteira assinada. Vim em busca de oportunidades, que acredito que aqui tem mais do que lá, como afirmam meus pais, que moram na cidade. Esperança de que vou conseguir o emprego que preciso sempre vou ter”, confessou. Esperança que também fez com que Adriana Fernanda de Moraes (25) fosse para a fila com três dos quatro filhos que tem, todos menores de dez anos, inclusive a caçula de apenas dez meses. Com a menina no colo, não tirava os olhos dos dois meninos “Tenho esperança. Minha carteira nunca foi assinada. Só fiz bico até hoje. E estou aceitando qualquer vaga. Preciso criar meus filhos”, destacou a moradora do Bairro Marmitt. Minutos depois, ela e os filhos foram chamados para, preferencialmente, já entrarem no ginásio. Mais informações pelo telefone 3981-1052.

Texto: Rodrigo Angeli

Fotos: Rodrigo Angeli/Prefeitura de Estrela