Páscoa RSS Destaques Imigrante

Espetáculo da Paixão de Cristo em Imigrante ocorre nesta sexta e sábado

Atores são da comunidade de Imigrante (Foto: Luise Tombini)

Em torno de 10.000 pessoas são esperadas em Imigrante neste final de semana. O município realiza nos dias 23 e 24 de março, a 13ª edição da Paixão de Cristo, no Convento Franciscano São Boaventura. Na sexta-feira, a recepção será feita pela Orquestra Jovem de Imigrante e no sábado, pela Orquestra Municipal de Imigrante, ambas a partir das 19h. Já o início da encenação está previsto para às 20h. A entrada é gratuita.

O Espetáculo, que terá 1h40min de duração, é composto por 70 atores da comunidade de Imigrante, quatro cantores e uma equipe técnica que comandará muitos efeitos especiais. Conforme o ator Pablo Capalonga, que neste ano assumiu a direção geral do espetáculo, o evento é um momento de arte, reflexão e fé, que promete evangelizar e emocionar as pessoas.

De acordo com Capalonga, além dos momentos tradicionais que toda Paixão de Cristo apresenta, neste ano haverá alguns diferenciais, tanto na dramaturgia, quanto na encenação. “Um exemplo será o soldado Cássio, que é um personagem fictício, que colabora para deixar a figura de Jesus ainda mais importante e evangelizadora, pois ele não é seguidor de Jesus, mas espia os passos, se sente mexido com as atitudes e comenta com a plateia as suas opiniões pessoais. Além disso, também terá destaque uma grande cena da Maria Madalena, para que as pessoas vejam o lado humano da mulher, e, uma cena da Sagrada Família, para reforçar a importância dos laços familiares”.

Alex Possamai interpreta Jesus Cristo (Foto: Cris Thomé)

A dedicação de todas as pessoas que estão envolvidas com o evento foi fundamental para o sucesso do espetáculo. “A montagem do espetáculo começou no dia 03 de janeiro e exatamente um mês depois gravamos o áudio. A gravação acontece para que possamos proporcionar qualidade de som e atingir bem todas as pessoas. Logo depois começamos a ensaiar com o espetáculo gravado. Durante todo o mês de março houve o processo de criação e ficamos ensaiando 30 dias praticamente ininterruptos, de segunda a segunda, com raras exceções em algum final de semana”, explica o diretor.

O empresário e estudante de engenharia química, Alex Possamai, é apaixonado por peças teatrais e desde a 3ª edição participa do espetáculo. Já desempenhou o papel de Lázaro, do demônio e do mercador. Desde a décima edição interpreta Jesus. Para isso faz aulas de teatro, e realiza um trabalho com técnicas vocais e expressão corporal. Além disso, deixou o cabelo e a barba crescerem.

“Foi muito gratificante ter sido escolhido. Interpretar Jesus não é fácil. É um trabalho muito complexo, com cenas fortes e de muita emoção. Eu preciso passar esta emoção para o público e fazer com que ele sinta um pouco do que pode ter sido a vida de Jesus Cristo, todo o sofrimento e toda a alegria. O espetáculo vai ser lindo, por isso convidamos todos para este momento de renovação de fé e de amizade entre as pessoas”, comenta Possamai.

Turismo

Esoetáculo atrai um grande público para Imigrante (Foto: Cris Thomé)

Desde 2006 o Convento Franciscano São Boaventura é cenário para a encenação da Paixão de Cristo. A atividade faz parte do calendário de Eventos do Estado do Rio Grande do Sul. 10.000 pessoas são esperadas nos dois dias. “É um momento de fomento cultural e econômico. Cultural, porque um município de 3.000 habitantes recebe uma plateia de 5.000 pessoas por noite. Isso não é pouca coisa. Pra termos uma ideia, os dormitórios do Convento já estão reservados há bastante tempo. Através disso, a cidade se transforma num polo de formação de plateia, de ideias e realiza um movimento cultura muito grande. Se pensa em fazer cultura e se faz de maneira organizada e sólida”, destaca Capalonga. Ele ainda acrescenta que na parte econômica, haverá uma agitação muito grande em torno dos restaurantes, bares, lanchonetes, padrarias, lojas e pontos turísticos de Imigrante, que devem receber os turistas.

Para o Prefeito, Celso Kaplan, “a grandeza da Paixão de Cristo é uma resposta do investimento que o município faz nas mais diversas áreas da cultura. A cada ano ela também reforça o engajamento da comunidade Imigrantense com a encenação, que faz toda a diferença. Com certeza a Paixão de Cristo faz o Vale do Taquari despertar para o turismo religioso e outras ferramentas turísticas. Ela beneficia a cidade e o Vale como um todo, trazendo para a região turistas de todo o Estado, inclusive já tivemos a presença de excursões de fora dele. Ou seja, movimenta o turismo no geral, hotéis, restaurantes, outros pontos turísticos acabam sendo visitados por essas pessoas que vêm prestigiar a Paixão de Cristo”.

Estrutura

Espetáculo está na terceira edição (Foto: Cris Thomé)

O local terá arquibancadas, mas para o público que deseja sentar mais próximo do cenário, é recomendado levar cadeiras. Banheiros químicos femininos, masculinos e para pessoas com deficiência estarão distribuídos em dois pontos da avenida, próximo das arquibancadas, assim como lavatório para higienização das mãos.

Para auxiliar na orientação, principalmente dos motoristas, estudantes estarão distribuídos em diversos pontos do bairro para informar locais de estacionamento e para esclarecer dúvidas. A empresa Gota Limpa cederá o estacionamento para ônibus e vans.

O evento conta com seguranças e o apoio da Brigada Militar de Imigrante, além da Polícia Rodoviária Estadual de Teutônia. A equipe da Secretaria Municipal da Saúde e Assistência Social estará no local com ambulância, juntamente com os bombeiros voluntários da IMICOL, que estarão disponíveis para auxiliar em qualquer emergência.

Praça de alimentação e exposições
O evento terá praça de alimentação para comercialização de bebidas e lanches. A ervateira Valério fornecerá erva e água quente para aqueles que desejarem tomar chimarrão, basta levar cuia, bomba e térmica. Haverá ainda mostra de produtos das artesãs locais e venda de morangos. A XIII Paixão de Cristo de Imigrante, conta com o patrocínio máster do Município de Imigrante e patrocínio da Cooperativa Sicredi, apoio da Uniflex e revendedoras Avon de Lajeado.

Texto: Elisangela Favaretto/Portal Região dos Vales com informações da Ascom Imigrante