Saúde RS RSS Destaques

Estado faz novo repasse para saúde e cota do mês será de R$ 180 milhões

Esta é a segunda transferência para pagamento de convênios com hospitais e prefeituras após quitada a folha de agosto dos servidores do Executivo (Foto: Divulgação)
Esta é a segunda transferência para pagamento de convênios com hospitais e prefeituras após quitada a folha de agosto dos servidores do Executivo (Foto: Divulgação)

A Secretaria da Fazenda repassa, nesta quinta-feira (22), R$ 122 milhões para o custeio da saúde. É a segunda transferência para o pagamento de convênios com hospitais e prefeituras após quitada a folha de agosto dos servidores do Executivo e a cota deste mês destinada ao setor deve chegar novamente a R$ 180 milhões. Ainda na semana passada, foram transferidos R$ 17 milhões e outros R$ 50 milhões serão repassados no próximo dia 30 para atender decisões judiciais que beneficiam um grupo de municípios.

A folha completa do Executivo fechou o mês de agosto em R$ 1,480 bilhão, considerando também os vencimentos das fundações e autarquias, assim como os compromissos com as consignações e os tributos. Desde a quitação dos salários, a lista de pagamentos definida pelo subsecretário do Tesouro do Estado, Leonardo Busatto, já ultrapassa R$ 373 milhões, incluindo despesas com os juros dos depósitos judiciais, manutenção de estradas e repasses para constituir o RS-Prev, o novo fundo de previdência complementar dos servidores públicos.

Foram repassados ainda R$ 6,2 milhões para a Autonomia Financeira das Escolas. Os recursos são utilizados para despesas de manutenção dos prédios e demais situações necessárias ao funcionamento das instituições. Desde o início do ano, já foram repassados R$ 69,4 milhões diretamente para a rede escolar.

Principais pagamentos feitos/programados entre os dias 13 e 23 de setembro:

– Saúde: R$ 139 milhões
– Dívida externa e extra-limite (BIRD e BNDES): R$ 23,4 milhões
– Autonomia Financeira da Escolas: R$ 6,2 milhões
– Juros Depósitos Judiciais: R$ 40 milhões
– Vale-Refeição Fundações: R$ 2 milhões
– RPV’s: R$ 8,8 milhões
– Bloqueios judiciais: R$ 32 milhões
– Fornecedores diversos: R$ 12 milhões
– RS-Prev: R$ 4 milhões
– Irga: R$ 5 milhões
– Manutenção de Estradas/ Operação de crédito Daer: R$ 11 milhões

Texto: Ascom Estado