Economia Destaques Estrela

Estrela reverte saldo negativo de vagas em cinco meses

Mesmo em meio à pandemia, 350 postos de trabalhos foram criados em cinco meses, com destaque para os setores da indústria e serviços

O Ministério da Economia divulgou, nesta quinta-feira (01), o balanço do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Em Estrela, os números de empregos formais voltaram a apresentar crescimento em relação a maio, como também em comparação ao ano passado.

Enquanto em 2020 o saldo anual fechou negativo, com 36 vagas de déficit, nos cinco primeiros meses de 2021 já foram criados 350 postos de trabalho, deixando o município com saldo positivo até então de 314 vagas. Todos os cinco agrupamentos (serviços, indústrias, construção, comércio e agropecuária) do levantamento estão com percentual de crescimento positivo, mas os setores da indústria e de serviços foram destaques.

Para o prefeito Elmar Schneider, trata-se de um conjunto de fatores. “Isso é só o começo. Estamos focados e sabemos os caminhos do desenvolvimento para fazermos de ‘Nossa Estrela’ a protagonista no Vale, oportunizando emprego e renda para a nossa gente”, avaliou.

O destaque para os setores da indústria e de serviços são justificados. “Eles são responsáveis pela alavancada dos empregos na ‘Nossa Estrela’. Estamos trabalhando muito para primeiro incentivar as empresas daqui a crescerem, mas também atentos para atrair novos empreendimentos”, diz.

“Ações como o Balcão de Qualificação vão garantir empregos qualificados para os estrelenses, aqui nas nossas empresas, e ao mesmo tempo mão de obra ainda mais capacitada para estas vagas”, conclui.