RS Rural - Agricultura Destaques

Estudo identificará perfil nutricional dos ervais no Estado

Terá início nos próximos meses um estudo coordenado pela Secretaria de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr) – e operacionalizado com o apoio da Emater/RS-Ascar -, com o objetivo de identificar o perfil nutricional dos ervais do Estado. A ação contará com 300 análises de solo e foliares que serão conduzidas nos próximos quatro anos, sendo distribuídas nos cinco polos ervateiros do Rio Grande do Sul. Na parte alta do Vale do Taquari, o programa integrará os municípios de Ilópolis, Arvorezinha, Anta Gorda, Doutor Ricardo e Putinga.

Funcionando como um complemento do Programa Gaúcho de Qualidade e Valorização da Erva-Mate, o estudo procurará comparar as lavouras de ervais cultivados a pleno sol, consorciado com outros cultivos e em sombreamento – ou Sistema Agroflorestal (SAF). “A intenção será a de buscar um refinamento no que diz respeito as recomendações de manejo de solo e de plantas, na busca por um ideal de produção”, salienta o coordenador da Câmara Setorial da Erva-Mate no Estado, engenheiro florestal Tiago Antônio Fick.

Uma reunião realizada nesta semana no Escritório Regional da Emater/RS-Ascar de Lajeado, começou a definir as estratégias de execução da ação no Estado. “A intenção geral é a de identificar nos ervais, em qual sistema se tem melhor desempenho em função do perfil nutricional presente no erval”, enfatizou o assistente técnico regional em Erva-Mate da Emater/RS-Ascar, Cezar Burille. O coletivo ainda é integrado pelos assistentes técnicos da Emater/RS-Ascar das regiões que integram o programa e representantes da Seapdr, com o apoio das gerências regionais.

 

 

Assessoria de Imprensa da Emater/RS-Ascar – Regional de Lajeado
Jornalista Tiago Bald