Artigos - Saúde e Bem-estar

EXCESSO DE PESO E AS POSSÍVEIS CAUSAS – por Eliana Giacobbo

Eliana Giacobbo (Foto: Divulgação)

De acordo com a psicóloga americana Louise Hay praticamente todas as doenças possuem causas mentais e o excesso de peso está incluso na lista.

De acordo com a escritora, o apetite em excesso surge devido ao excesso de medo, da necessidade de proteção e desconfiança das próprias emoções. O resultado das emoções no corpo humano está sendo cada vez mais divulgado e não há mais dúvida que o que pensamos nós consequentemente criamos. Na tabela das doenças que possuem causas mentais estão praticamente todos os tipos, como a depressão que pode ter sua causa na raiva que a pessoa sente e que não permite que saia e na desesperança. Outro exemplo é a diabetes cuja causa pode ser o pesar por coisas que poderiam ter acontecido, grande necessidade de exercer controle, mágoa profunda e não ter mais doçura na vida.

Ter consciência dessas situações e sentimentos já é uma tarefa um pouco mais delicada. A grande maioria das pessoas jamais imaginou ou passa pelo pensamento que está criando uma doença e também ninguém cria uma doença por que quer. Mas pesquisas científicas comprovam que as doenças são consequências de emoções reprimidas, pois o corpo não foi feito para estocar mágoas e ressentimentos e quando isso acontece ele reage em forma de doença, como se estivesse chamando atenção que algo não está indo bem.

Quando isso acontece é hora dar um pouco mais atenção para a nossa vida e nosso corpo e buscar identificar o que foi que criou isso e uma pergunta que pode ser feita é: “O que ou qual a crença que está fazendo isso em mim?” Essa pergunta deve ser feita em um momento e um lugar calmo, em forma de meditação mesmo ou contemplação do corpo. Se a resposta não vier logo, aguarde e acredite, ela virá. E outra coisa que pode ser feita é cada vez que lembrar do problema que eu quero resolver é fazer afirmações como: “Estou disposto a abandonar o padrão dentro de mim que criou esta condição”.

Se não descobrir qual é a crença que está envolvida com a condição criada então é importante afirmar e afirmar novamente sempre que a condição aparece no pensamento que está disposto a abandonar o padrão que a criou. Isso pode ser um desafio, pois pode parecer que as coisas não mudam, mas o que não muda é não mudar os padrões, pois posso fazer todos os tipos de dietas, ou cirurgias, ou tratamentos e se o padrão não for mudado a condição também volta. Então os tratamentos alternativos e tradicionais podem ser utilizados e também utilizar as afirmações positivas para que a condição mude e seja permanente. Portanto, ou nós ficamos no controle de nossas emoções e mudamos nosso estado (com exercícios mentais) ou ficamos a mercê das consequências dos pensamentos e sentimentos com padrões negativos que criamos e sentimos no dia a dia. O passado já foi e não vale a pena culpá-lo pelo meu presente e futuro, o ponto zero é agora.

Eliana Giacobbo – Nutricionista Coach de Emagrecimento.