Segurança Lajeado

Facilitadores da Paz de Lajeado são cadastrados em plataforma de conteúdo sobre Justiça Restaurativa em comunidades escolares

Disseminar os Círculos de Construção de Paz como instrumento de promoção de paz nas comunidades é uma das ações do eixo de prevenção do Pacto Lajeado Pela Paz. À vista disso, na tarde de segunda-feira, 11/12, ocorreu um encontro de facilitadores da paz de Lajeado no auditório da Secretaria da Educação (Sed). No evento, os facilitadores conheceram e foram cadastrados na Plataforma Círculos em Movimento – Construindo Comunidades Escolares Restaurativas, um guia que visa difundir a Justiça Restaurativa e a Cultura de Paz nas comunidades escolares por meio dos Círculos de Construção de Paz.

Também estiveram presentes no evento o promotor Sérgio Diefenbach, a instrutora e coordenadora da Justiça Restaurativa Tânia Fröhlich, e o consultor Mateus Gomes Alves, que apresentou a plataforma.

Conforme Tânia, a plataforma que será utilizada pelos facilitadores da paz disponibiliza 13 módulos de conteúdos para a prática dos Círculos de Construção de Paz nas escolas, oferecendo noções básicas da prática de círculos e instruções completas de como planejar, facilitar e implementar o Círculo.

Ainda, oferece uma centena de aulas específicas com ideias a serem aplicadas em diferentes situações, como por exemplo, para fortalecer relacionamentos, verificar a compreensão dos alunos, aumentar o vocabulário, compartilhar reflexões, e para abordar assuntos como o bullying, desigualdade, traumas e exclusão. “Os círculos são uma forma de conectar o professor com o aluno e a partir disso, fortalecer os relacionamentos. Além disso, essa teia de conexões liga a escola e a comunidade, onde juntos encontram formas de enfrentar as dificuldades e promover uma cultura de paz”, ressaltou Tânia.

Segundo Tânia, por meio de um preenchimento de formulário, a plataforma permite cadastrar experiências de Círculo que acontecem no município. Além disso, podem ser conferidas experiências de outras cidades do Brasil.

Um dos facilitadores da paz recém-formado pelo Pacto Lajeado pela Paz, Gelson Esteves, conta que a Plataforma Círculo em Movimento é uma forma de determinar as dimensões da ação do Pacto pela Paz de Lajeado. “Com essa ferramenta, podemos acessar o conteúdo e acompanhar os círculos que são realizados em Lajeado e no Brasil inteiro. E, principalmente, é uma forma de criar estratégias para o futuro. Todos os dias surgem novos temas que nos surpreendem e a Plataforma dinamiza as reflexões sobre como agir”, contou Esteves.

A ideia é que os facilitadores possam ser fortalecidos e encorajados a criarem comunidades restaurativas em diferentes contextos. Além do cadastramento na plataforma online, os facilitadores também receberam os materiais impressos do conteúdo.

 

Saiba mais sobre o Círculos em Movimentos

O Manual “Círculos em Movimento – Construindo uma Comunidade Escolar Restaurativa” foi lançado nos Estados Unidos, em 2014. Escrito por Carolyn Boyes-Watson e Kay Pranis, que esteve recentemente na cidade de Lajeado, o manual foi traduzido para diversas línguas.

A publicação deste material no Brasil é fruto de parceria entre a Escola Superior da Magistratura da Associação dos Juízes do Rio Grande do Sul (AJURIS) e o Instituto Terre des hommes Lausanne no Brasil. Além disso, contou com a adesão inicial das Prefeituras de Porto Alegre, Caxias do Sul e Lajeado, que, em 2017, apoiaram a aquisição dos direitos autorais, tradução e revisão, e, junto com Fortaleza, formaram as primeiras turmas para aplicar os Círculos em Movimento nas Escolas. Essa iniciativa, em Lajeado, foi apresentada pelo Poder Judiciário, por meio do diretor do Foro de Lajeado, juiz Luís Antônio de Abreu Johnson.

Em 2018, a editoração, primeira impressão e disponibilização online do manual tornou-se viável em razão da parceria com o Governo do Estado do Rio Grande do Sul por meio do Programa Oportunidades e Direitos e do Programa Escola+Paz.

 

 

Texto Pietra Darde
Assessoria de Imprensa de Lajeado