RSS Eventos Destaques Estrela

Família Fell leva título dos Jogos Germânicos outra vez

Um público expressivo, que lotou as arquibancadas da Arena montada no Parque Princesa do Vale, vibrou a cada prova realizada e não foi embora do local até a divulgação da equipe campeã. E pelo segundo ano seguido, a maior festa foi a da Família Fell. Entre as dez equipes participantes dos Jogos Germânicos, foi a que mais pontuou na classificação geral após a execução das dez tarefas, entre elas a da caça às galinhas e aos porcos, que mais uma vez levaram os torcedores às gargalhadas.

Este ano foram dez equipes na luta pelo título. Os três melhores grupos receberam troféus e quantia de R$ 1 mil a ser dividida entre estes conforme posição: 1º – Família Fell; 2º – Glória; 3º – Só Nó de Pinho/Pinheiros; 4º – Asinha de Porco; 5º – Alld Pock; 6º – Metralhas; 7º – Kroth Bier; 8º – Alles Kaputt; 9º – Alemons Patata; 10º – Centauros.

Provas
Já no desfile, uma amostra de como a gincana folclórica seria grande e divertida. Entre os mascotes que as equipes precisavam levar estava o cachorro Alf. O São Bernardo da equipe Alles Kaputt, com quase 2 anos, já pesa 78 quilos e tem quase 1,80m de altura quando em pé: chamou atenção de todos e fez a alegria da criançada, assim como os animadores da Rádio Sorriso, parceiros do evento. A prova mais difícil foi logo a primeira. O pau de sebo, este ano mais liso, não deixou ninguém chegar ao topo. Em seguida, alguns participantes tiveram dificuldades em carregar, correr e fazer as curvas com a tora e pequenos “tombos” ocorreram.

Enquanto as equipes se esforçavam na tarefa de cortar e rachar lenha no menor tempo possível, duplas jogavam canastra, também valendo pontos. Outros destaques foram as provas sociais e de integração. Os grupos realizaram doações de fraldas, tiveram que confeccionar sapatinhos para a UTI Pré-Natal do Hospital Estrela e contaram com a participação de cadeirantes. As provas mais coletivas, como da estafeta germânica, mostraram o quanto a união e entrosamento são importante. E outras tarefas, como do cabo de guerra, provaram que o passar dos anos e a maior idade nem sempre são sinônimo de menor força. Laçar o boi também foi complicado para alguns “vaqueiros” de ocasião.

Público
Mas a parte mais aguardada, como sempre, ficou mesmo para o final. As tarefas de beber um caneco de chopp (sem álcool), e depois sair em busca das galinhas e porcos soltos no gramado levaram a torcida ao delírio. A cada “drible” de um dos animais sobre algum dos participantes, o grito de “olé” ecoava pelas lotadas arquibancadas. José Alexandre Senra e Ingrid Senra acompanhavam os Jogos pela primeira vez. De Sorocaba-SP, o casal veio visitar amigos, que então os convidaram para acompanhar as atrações da Maifest, entre eles os Jogos e o baile do Chucrute. “É tudo muito divertido. As pessoas muito receptivas, simpáticas. O clima de confraternização é muito grande e você se sente em casa, não como um estranho”, destacou o paulista.

Ao longo dos três dias de eventos organizados pela Secretária Municipal de Esportes e Lazer (Smel), foram cerca de 900 pessoas envolvidas diretamente com as competições do Torneio do Boi, Jogos Germânicos e Grenais. Público estimado em mais de cinco mil pessoas.

Confira as fotos do evento:

Crédito das fotos e texto: Ascom Estrela