Economia Coronavírus RS

Famurs solicita para as prefeituras gaúchas a compra e distribuição de cestas básicas

O Comitê de Crise da Famurs solicitou nesta quinta-feira (19.03) para as 497 prefeituras do Rio Grande do Sul a compra e distribuição de cestas básicas para as famílias carentes dos municípios. A medida visa garantir o abastecimento de itens essenciais de alimentação para a população afetada pelos efeitos provocados pelo coronavírus.  Outro pedido que a Famurs solicita aos municípios é a realização do Decreto de Calamidade Pública. Um modelo de decreto foi enviado para as 497 prefeituras gaúchas implantarem.

O Comitê de Crise da Famurs também realizou outras solicitações para o Governo do Estado e Federal, dentre elas a suspensão do pagamento das contas de água e luz para toda a população do RS e a prorrogação do pagamento do IPVA.

Confira todas as medidas propostas pelo Comitê de Crise da Famurs nesta quinta-feira, 19/03/2020:

1 – Suspensão do pagamento das contas de água e luz para toda a população do RS em função da crise econômica provocada pelo coronavírus.

2 – Desoneração tributária sobre os itens das cestas básicas.

3 – Compra de cestas básicas para as famílias carentes pelos municípios.

4 – Recadastramento temporário das famílias pobres excluídas dos programas Bolsa-Família e Fome Zero nos últimos 4 anos.

5 – Decretação do estado de calamidade pública, seguindo o Estado e o Governo Federal, pelos municípios do Estado.

6 – Prorrogação do pagamento do IPVA.

7 – Liberação de verbas para aceleração das obras públicas em saúde (hospitais e demais unidades de saúde), utilizando-se mão de obra das empresas privadas e das Forças Armadas.

 

 

Assessoria de Imprensa