Agricultura Destaques Taquari

Faturamento do setor agrícola de Taquari chegou a quase R$ 90 milhões em 2020

Valor superou em 19,2% a arrecadação de 2019

O setor primário é fundamental na economia de Taquari, tanto que as notas fiscais emitidas através do talão de produtor totalizaram R$ 89.025.400,80 no ano de 2020.  O valor é 19,2% superior ao faturamento de 2019, que foi de R$ 74.626.854,99.

Em 2020, 34% da produção primária local foi de lenha e madeira, que somaram R$ 24,9 milhões. A venda do arroz em casca ficou na segunda colocação, com R$ 23,2 milhões. Aves registrou a terceira maior produção, R$ 13,1 milhões, e bovinos é a quarta, com R$ 5 milhões. Embora o faturamento total dos setores possa variar anualmente, conforme a produtividade, condições climáticas, preço de venda, entre outros fatores, a representatividade dos produtos no setor rural de Taquari se mantém a mesma do ano anterior. Em 2019, lenha e madeira foi a principal produção, com R$ 29,6 milhões, o arroz movimentou R$ 18 milhões; aves, R$ 11,7 milhões e bovinos, R$ 4,4 milhões.

Em 2020, a tabela de maiores faturamentos traz uma nova quinta posição. O mel movimentou mais de R$ 2,2 milhões, sendo a maior produção depois dos bovinos. Em 2019, a quinta colocação havia sido do tabaco, com R$ 2 milhões. A produção de tabaco, em 2020 foi de R$ 1,6 milhões e ficou na sétima colocação.

Conforme os dados da secretaria municipal da Agricultura, atualmente, o município tem 1.510 produtores rurais com inscrição ativa e 140 pescadores. “O setor rural é fundamental para nossa gestão, tanto o pequeno como o grande agricultor. Através de um trabalho de atender as necessidades dos nossos produtores, temos realizado melhorias nos acessos para escoamento da produção, e buscando trabalhar lado a lado do trabalhador rural. Temos, também, o incentivo ao empreendedor do campo, que já começamos a colher frutos, com os aviários no município. Investimentos que geraram renda, emprego e retorno para Taquari”, destacou o prefeito André Brito.