Educação RSS Lajeado

Feira das Profissões chega a 16ª edição

Na sexta-feira o CMB realizou a tradicional Feira das Profissões (Foto: Renata Leal)
Na sexta-feira o CMB realizou a tradicional Feira das Profissões (Foto: Renata Leal)

A 16ª edição da Feira de Profissões do Colégio Madre Bárbara contou com a presença de 12 universidades além dos expositores, ex-alunos e profissionais das áreas. Foram apresentados mais de 70 cursos para os alunos do CMB e de outras escolas. O evento foi realizado na noite da sexta-feira (26) no Ginásio Poliesportivo. Dentro do Programa de Orientação e Informação Profissional, a Feira é realizada anualmente para os alunos do Ensino Médio, a fim de oferecer auxílio referente à escolha profissional.

Para que aproveitem a oportunidade de buscar mecanismos para suas escolhas, a Feira é organizada pelo Serviço de Orientação Educacional (SOE), através das orientadoras Odete Maria Spessatto e Anice Maria Nunes e conta com a parceria da equipe diretiva. O SOE busca auxiliar os jovens nesse momento de indecisão quanto ao futuro profissional.

“Cada vez mais aumentam as opções de cursos e mercado, por isso fica mesmo difícil para o estudante decidir qual a melhor escolha para seu futuro”, dizem as orientadoras. A Feira também passou a ser um momento privilegiado na construção de pontes com a sociedade, pois é aberta ao público em geral e convida escolas da região. “Queremos auxiliar os alunos de toda a região, por isso o trabalho realizado no Madre pode ser acessível a todos”, destacam.

O coordenador do curso de medicina da Univates Luiz Fernando Kehl conta que a Feira das Profissões é uma excelente oportunidade para que os alunos conheçam lugares onde vão estudar e tenham contato com profissionais dos cursos que tem interesse. “Falando diretamente com pessoas do curso podem tomar uma decisão. Muitos tem dúvida quanto a medicina e é importante ter certeza sobre o curso, até mesmo pela concorrência que tem na área. Trouxe alguns alunos do curso que puderam contar sobre suas experiências na graduação”, destaca o professor.

Dúvidas ou certezas?

A aluna do 2° ano do Ensino Médio, Isadora Bitencourt (16) escolheu sua profissão há dois anos. Se espelhando na mãe, quer ser médica. “Tenho vários médicos na família e a partir da convivência acabei percebendo a importância. Fui ver cirurgias com ela, me apaixonei e achei incrível”. Decidida, Isadora afirma que a medicina é algo que certamente quer muito como uma profissão que pretende atuar pelo resto de sua vida.

O Programa auxilia na escolha

?
12 Universidades participaram do evento (Foto: Renata Leal)

A ex-aluna do Colégio Madre Bárbara, Natália Kauffmann Coelho (30) hoje é empresária e atua na área da comunicação. Formada em Relações Públicas pela Univates, ela trabalha com a assessoria e organização de eventos. Quando estudou na escola a feira das profissões e o programa de orientação ajudaram na decisão do curso. “Por tempos quis fazer medicina e na metade do terceiro ano foi importante conhecer as áreas porque fui me direcionando”, diz.

Além de profissional também é mãe do aluno Tiago da Educação Infantil e afirma que o Madre Bárbara é a sua segunda casa já que toda a família estudou na instituição. “Gosto da filosofia de formar o ser e não o ter. É isso que busco para meu filho.”

A RP preparou uma forma didática de apresentar sua profissão na Feira porque ainda é um curso diferente e existe uma dificuldade de entender o que um relações públicas faz. “Preparei algumas coisas de forma mais lúdica, pois acredito que os jovens não querem folder, nem banner. Precisam de algo que chame atenção e explique a profissão”.

A psicóloga Francieli Spessatto (30) também é ex-aluna do CMB e confessa que tinha muitas dúvidas e escolheu pela psicologia perto do vestibular. Ela conta que dentro do Programa conversou com profissional, fez entrevista e vivenciou o dia a dia, o que a ajudou a se direcionar. “A Feira é importante porque temos muitas dúvidas, então clarear um pouco e dar uma ideia nessa época é ótimo”. Atualmente a psicóloga trabalha com orientação profissional e afirma ser essencial quem tem muitas dúvidas passar por esse processo de orientação.

Programa de Orientação

O Programa de Orientação e Informação Profissional busca auxiliar o aluno na escolha profissional. Ao entender a ansiedade dos adolescentes e que ainda tem dúvidas se escolhem algo que tenha a ver com as disciplinas que gostam, com o retorno financeiro ou com o campo social. No Programa também são informados sobre as tendências do mercado de trabalho. Para isso o SOE, busca trabalhar o autoconhecimento, quando o adolescente precisa buscar também o maior número possível de informações sobre as profissões, campo de atuação, tendências de mercado e principais desafios.

Entre as atividades propostas no Programa estão: visitas a universidades, palestras, vivências com os profissionais, teste vocacional, workshop, entrevistas, feira das profissões, entre outros.

Parceiros da Feira

As parceiras do evento foram: UNIVATES, UERGS, PUC, UNISC, ESPM, UFSM, UCS, ULBRA, IFSUL, UNOPAR, Faculdade La Salle e FURG. Entre os expositores estiveram profissionais e estudantes de diversos segmentos de trabalho como: Cursos Técnicos Univates, CIEE, Instituto Mix de Profissões, Cultural Instituto de Idiomas, Escola Ensino, SENAI, World Study, Método Medicina, S7 Study, Rotaract, Yazigi, Senac e Free Intercâmbio.

Texto: Ascom CMB