RS Educação RSS Destaques

Feira oportuniza o encontro do público com autores de diversos países

a-feira0
A Feira do Livro é o maior evento do gênero, realizado a céu aberto, na América Latina (Foto: Divulgação)

De 28 de outubro a 15 de novembro, ocorre a 62ª Feira do Livro de Porto Alegre. O evento será um ponto de encontro de escritores de diversas partes do mundo para prestigiar a maior feira do livro a céu aberto da América Latina. Os idiomas que irão circular pela Praça são vários, mas o assunto é comum a todos: a paixão pela literatura.

“A participação de tantos nomes internacionais se deu graças ao resultado da junção de forças entre amigos e entidades parceiras da Câmara do Livro. O que possibilitou brindar o público com novos expoentes da literatura, assim como nomes já consagrados”, destacou a coordenadora da programação adulta da Feira do Livro, Jussara Rodrigues.

Os leitores terão a oportunidade de conhecer de perto os autores de seus livros preferidos e ouvir as conversas abertas de novos nomes do cenário literário. Chegam da Argentina, Carlos Aldazábal, Paola Scarfó, María del Pilar Morchio e Julieta Melisa Pron. Jeremias Gamboa vem a Porto Alegre representando o Peru, e Jorge Volpi, o México.

O pesquisador e admirador da música brasileira, Jean Paul Delfino, vem da França, mesmo país de Camille Lebon, Johanna Thomé de Souza e Florence Bonnier. Da Noruega, vem a premiada autora Maja Lunde; da Alemanha , Freya Schwachenwald e Ilhame Peker. Já Patrick Chamoiseau traz o nome da Martinica.

Do continente africano, vem Futhi Ntshingila, que conversa com os leitores brasileiros sobre o seu romance, Sem gentileza, no qual revela a história de um núcleo de mulheres fortes da África do Sul , que lutam e resistem para serem respeitadas numa sociedade machista e com sérias falhas sociais.

Os espanhóis também se farão presentes. Juan Gómes Bárcena, Manel Fontdevilla e Antonio Iturbe vêm à Feira para falar de suas obras e experiências. A vencedora do prêmio Casa de las Américas ( Cartas para minha mãe e Cachorro velho), Teresa Cárdenas, chega de Cuba para contar como recria o mundo revisando os mitos africanos.

E a pluralidade de vozes não para por aqui, pois, além de Giacomo D’Alisa, da Itália , o escritor angolano Valter Hugo Mãe e os portugueses E. M. de Melo e Castro e David Machado registram sua passagem pela Feira do Livro. De Israel, destaca-se o nome de David Grossman, que participa da programação em comemoração aos 10 anos do Fronteiras do Pensamento.

Como região homenageada da 62ª Feira do Livro, Açores traz a Porto Alegre um grupo renomado de escritores que apresentará a literatura açoriana: Joel Neto, Jorge Forjaz, Madalena San-Bento, Eduíno de Jesus, Vasco Pereira da Costa, Paula Sousa de Lima, Urbano Bettencourt, Vasco Pereira da Costa, Nuno Costa Santos e Francisco Cota Fagundes.

A 62ª Feira do Livro de Porto Alegre ocorre de 28 de outubro a 15 de novembro e é uma realização da Câmara Rio-Grandense do Livro em parceria com Ministério da Cultura e Secretaria de Estado da Cultura. Patrocinadores máster: Braskem, Celulose Riograndense, Grupo Zaffari e BNDES. Patrocínio da Área Infantil e Juvenil: Petrobras. Banco Oficial da Feira: Banrisul, Seja Vero. Apoio Especial: Prefeitura de Porto Alegre. Financiamento: Pró-cultura RS, Secretaria de Estado da Cultura, Governo do Estado do Rio Grande do Sul. A programação completa da Feira pode ser conferida no site: www.feiradolivro-poa.com.br/a-feira/

 

Sobre a Feira do Livro de Porto Alegre

A primeira edição da Feira do Livro de Porto Alegre ocorreu em 1955 por incentivo do jornalista Say Marques, diretor-secretário do Diário de Notícias, junto aos livreiros e editores da cidade. O evento, o maior do gênero a céu aberto da América Latina, é considerado referência no país por seu caráter democrático e pela consistência do trabalho que desenvolve na área da promoção da literatura e da formação de leitores. Realizada desde sua primeira edição na Praça da Alfândega, Centro Histórico da capital gaúcha, a Feira é dividida em Área Geral, Área Internacional e Área Infantil e Juvenil. Centenas de escritores, ilustradores, contadores de histórias participam do evento, que conta com sessões de autógrafos, mesas-redondas, oficinas, palestras e programações artísticas, entre outras atividades. Alguns desses eventos são realizados no Memorial do Rio Grande do Sul, Santander Cultural, Centro Cultural CEEE Erico Verissimo, Armazém Literário da Corag, Theatro São Pedro e Auditório Dante Barone da Assembleia Legislativa.

Em 2006, a Feira do Livro de Porto Alegre recebeu a medalha da Ordem do Mérito Cultural, concedida pela Presidência da República, que a reconheceu como um dos mais importantes eventos culturais do Brasil. Um ano antes, havia sido declarada bem do Patrimônio Cultural Imaterial do Estado e, em 2010, foi o primeiro bem registrado, pela Prefeitura de Porto Alegre, como integrante do Patrimônio Histórico e Cultural Imaterial da cidade.

 

Sobre a Câmara Rio-Grandense do Livro
A Câmara Rio-Grandense do Livro, organizadora da Feira do Livro de Porto Alegre, é uma sociedade civil sem fins lucrativos, que tem por finalidade unir entidades e empresas que trabalham pelo livro, promovendo sua defesa e seu fomento, a difusão do gosto pela leitura, a formação de leitores e o fortalecimento do setor livreiro. A entidade conta com mais de uma centena de associados, entre editores, livreiros, distribuidores e outras instituições que se dedicam à produção, à comercialização e à difusão do livro, todas com sede ou filial no Rio Grande do Sul.

Texto: Porta Região dos Vales/Ascom 62ª Feira do Livro