Eventos Destaques Nova Bréscia

Festival da Mentira está de volta em Nova Bréscia

O tradicional evento que projetou Nova Bréscia nacionalmente retorna agora em formato online. O Festival da Mentira iniciou no sábado, dia 21 de agosto, com a fase eliminatória, e segue até o próximo dia 28, com a fase final.

As inscrições ficaram abertas até o dia 19 de agosto. A divulgação do resultado, transmitido no sábado (21) pelos canais do Facebook, Instagram e YouTube do Festival, revelou as dez melhores mentiras, selecionadas a partir das 18 inscrições recebidas pela organização.

Sérgio Lorenzon, Bresciense que já levou o prêmio principal do evento, volta a “mentir” nesta edição já como finalista.

As histórias foram avaliadas por uma comissão julgadora que levou em conta os critérios: originalidade, conteúdo, criatividade, interpretação e tempo de apresentação. Conforme regulamento, a mentira podia ser inventada por uma pessoa e interpretada por outra e cada vídeo podia ter até sete minutos.

Zurba Fagundes, um dos vencedores. Foto: Divulgação

Confira os selecionados

  • Claudete Angeli de Souza – “As mentiras de Tonho”
  • Gentil da Costa (Pirilampo) – “Genética”
  • Ildo José Paris – “O Minhocão do Nono”
  • Isabella Alves Laste – “Missão à Marte”
  • José Calvi – “Meu Cachorro Alquimista”
  • José Rafael Benício – “Peixes Diabéticos”
  • Lwiggi Sartori Dall Orsoletta – “A cobra Gigante”
  • Robert Delazeri – “Il Porchetto del Nonno Giacinto”
  • Sérgio Eliseu Lorenzon – “O retorno do Churrasqueiro”
  • Tiago Segabinazzi – “O Peso da Mentira”

As mentiras serão apresentadas, presencialmente, no dia 28 de agosto. Conforme a Administração, a premiação para os 10 melhores mentirosos varia entre R$ 300 e R$ 5 mil reais. As apresentações serão transmitidas ao vivo pelos canais oficiais do evento, organizado pela Prefeitura de Nova Bréscia, juntamente com o Clube Tiradentes e La Estancia Produtora.

Edgar Maróstica, um dos campeões do Festival.  Foto: Lidiane Mallmann, Especial

Programação

  • 28/08: Fase final
  • 18h: Sorteio da ordem de apresentação das mentiras classificadas.
  • 18h: Show Live – Garotos do Surungo
  • 19h: Apresentação de um breve histórico da origem do Festival19h20mi
  • n: Início das apresentações das mentiras classificadas.
  • 20h30min: Agradecimentos
  • 20h45min: Premiação
  • 21h: Live Show – João Luiz Correa e Grupo Camperismo

Origem do evento

A edição online do Festival da Mentira volta ao local onde ele foi idealizado. A live será filmada do Clube Tiradentes, em Nova Bréscia. Um grupo de amigos se reunia em frente ao clube para contar lorotas durante bailes nos anos 1980. Das brincadeiras, surgiu a ideia de fazer um festival. O evento promoveu a cidade à Capital da Mentira e já chegou a premiar os vencedores com carros 0 km.

A chefe do Departamento de Cultura e Turismo do município, Gabriela Alves Leste, explica que devido a dificuldades financeiras não se tinha expectativa de realização do Festiva. No entanto, com a prorrogação de apresentação de editais da Lei Aldir Blanc, foi possível retornar com o evento em formato virtual. O festival completa 40 anos em 2022.

Em 2011, o empresário de Coqueiro Baixo Luciano Conte ganhou um automóvel após contar a história de uma vaca que esguichava tinta ao invés de leite. O animal passou a ajudar nas obras de asfalto da região. Outro mentiroso que saiu com carro novo do festival foi o morador de Serafina Corrêa, Edgar Maróstica. De acordo com o conto, o bisavô de Edgar atravessou o atlântico, da Itália para o Brasil em uma gôndola, com 21 filhos, após perder o embarque de navio.