Esporte Estrela

Festival Internacional encerra com premiações

C.A. Trebolense, da Argentina, foi o campeão geral. Títulos da série ouro foram para ADV Jaraguá, Tijuca e Curitibano

Após cinco dias de eventos e jogos de alto nível, o 13º Festival Internacional Cidade de Estrela de Voleibol terminou na tarde deste domingo, dia 23. O ginásio Ito Snel estava lotado na definição dos campeões da competição.

O primeiro time a soltar o grito de “é campeão” da série ouro foi o mirim da ADV Jaraguá, de Santa Catarina, após vencer as hermanas do C.A. Trebolense A por dois sets a zero (25 x 23 e 25 x 16). Ao final do jogo, as atletas fizeram a festa junto com a torcida, que veio acompanhar a equipe. As catarinenses tiveram apenas uma derrota ao longo da competição.

Na final do infantil, as cariocas do Tijuca Tênis Clube superaram as catarinenses do Avojoi, também por dois sets a zero (25 x 18 e 25 x 21), conquistando o título da categoria, que contou com 32 equipes, sem perder nenhuma partida.

O ginásio estava um verdadeiro caldeirão durante o duelo final do infanto. Com forte calor e muita torcida, a disputa do título foi entre brasileiras e argentinas. Em jogo equilibrado, o confronto entre o Curitibano, do Paraná, e Trebolense, da Argentina, foi para o tiebreak e as paranaenses levaram a melhor, vencendo as hermanas por dois sets a um (25×27, 16×25 e 12×15).

Apesar de não levar o primeiro lugar, as argentinas foram as campeãs gerais do festival, e receberam o Troféu Dr. Tonelli. Além das premiações de primeiro a terceiro lugar nas séries ouro, prata e bronze, as melhores atletas receberam troféus e presentes.

Em uma ação da Agência Tiebreak, patrocinadora e apoiadora do evento, as jogadoras destaque das finais do infanto das séries ouro, prata e bronze, e da final da série ouro infantil receberam o troféu Tiebreak Melhor do Jogo.

 

Festival de sucesso

“Foi um sucesso, mais uma vez”, comemorou o vice-presidente da entidade organizadora do evento, a Associação Vale do Taquari de Esportes (Avates), Rodrigo Rother. De acordo com ele, o objetivo de atender bem todas equipes e proporcionar uma competição de alto nível. “A gente vê que todos estão voltando para casa felizes”, disse.

Além do bom andamento do festival, Rother também pode comemorar a medalha de bronze conquistada pela equipe mirim da Languiru/CML/Avates, da qual é treinador. As meninas venceram a disputa de terceiro lugar contra as catarinenses do Gaspar por dois sets a zero (25 x 19 e 25 x 11).

Assessoria de Imprensa