Encantado Turismo

Fortalecimento do Turismo Rural é pauta de seminário em Encantado

220 pessoas prestigiaram o evento (Foto: Elisangela Favaretto)
220 pessoas prestigiaram o evento (Foto: Elisangela Favaretto)

O Turismo Rural permite um contato mais direto e genuíno com a natureza, a agricultura e as tradições locais. Com o intuito de explorar a diversidade turística do Estado e propor alternativas para a agregação de renda na propriedade, foi realizado o 2º Seminário Estadual de Turismo Rural. 220 pessoas oriundas de diversas cidades dos Vales, da Serra, da região Metropolitana e do Sul participaram do evento, que ocorreu na tarde da quarta-feira (24), no auditório Itália do Centro Administrativo, em Encantado. A atividade foi uma iniciativa do Sebrae, em parceria com a Amturvales, Emater, Senar e Prefeitura Municipal de Encantado.

O tema Legislação Rural, com as palestrantes Fernanda Silva da Emater/RS, que é turismóloga e responsável pelo Segmento de Turismo Rural da Emater/RS, e com Rosane Simões da Setel, que é coordenadora do grupo de trabalho de turismo rural do Estado, abriu as atividades. Fernanda apresentou um conjunto de legislações e portarias sobre a prestação de serviços turísticos, esclarecendo conceitos, enquadramentos e formas de se cadastrar junto ao Ministério do Turismo — uma obrigação exigida por Lei e que possibilita uma série de benefícios.

Para a turismóloga, compreender os conceitos é parte importante do processo, uma vez que este pode ser o caminho para a viabilização econômica dos empreendimentos. Em sua fala, também discorreu sobre tributação de atividade rural, diferenças entre turismo rural e urbano, tipos de turismo no contexto rural e caracterização para segurados especiais. “Não são temas fáceis e, muito provavelmente não teremos todas as respostas, mas posso dizer que é muito salutar estarmos debatendo estes assuntos em um espaço de troca como este”, analisou.

A tarde ainda contou com a palestra “Tendências do Turismo Rural com Philippe Figueiredo da coordenação Nacional de Turismo – SEBRAE/NA” e “Turismo de Experiência” com Paula Nora que é Mestre em Turismo pela UCS, consultora nas áreas de desenvolvimento, planejamento e gestão do turismo. Ela também é especialista em desenvolvimento de produtos e destinos turísticos.

Conforme Paula, o turismo rural busca fortalecer e consolidar o arranjo produtivo dos pequenos negócios, valorizando a singularidade local. “Nós devemos agregar valor aos produtos turísticos, adaptando a oferta à demanda proveniente dos desejos e sonhos. Com isso podemos oferecer experiências memoráveis e verdadeiras, utilizando tudo o que traduza a essência do empreendimento, do roteiro e ou da região”, destaca.

Agroecologia Ferrari
No final da tarde houve a apresentação dos cases “Vinhos Cristófoli” e “Agroecologia Ferrari”. Representando o Vale do Taquari, Márcia, que é proprietária da Agroecologia Ferrari, contou as motivações e os desafios do empreendimento que já tem 13 anos de existência. “Minha filha tem 15 anos. Quando ela nasceu, resolvi ficar em casa para cuidar dela, produzir hortaliças para o consumo e vender o que sobrava. Entrei no grupo de agricultores do município, obtive assistência técnica da Emater e ganhei espaço para a venda dos produtos”.

Conforme Márcia, nesses 13 anos de existência da Agroecologia Ferrari  foram necessárias algumas adaptações na propriedade, a busca de parcerias e de informações. “Uma das inovações foi a criação do “Colhe e pague”. Nós oferecemos um chapéu e uma cesta para as pessoas colherem as hortaliças. Sempre temos uma grande variedade de legumes e verduras da época. As pessoas gostam desse contato com a terra e recebemos muitas visitas diárias. No primeiro semestre de 2015 tivemos a visita de 598 pessoas. No primeiro semestre deste ano, já foram 994 pessoas, o que representa um acréscimo de 66% de visitantes”.

Na visão do presidente da Amturvales, Valnei Cover, saber atrair turistas é fundamental para o sucesso do empreendimento. “Este evento possibilitou o diálogo e aprimorou os conhecimentos na área do turismo, pois não é tão simples trazer o turista. Temos que buscar novas experiências, soluções, realizar projetos e parcerias para obtermos resultados”.

Da mesma forma, a gerente da Regional Vales do Taquari e do Rio Pardo do SEBRAE/RS Liane Klein, elogiou a iniciativa. “O turismo é uma oportunidade para o desenvolvimento das regiões. É uma forma de valorizar os produtos da terra, agregar renda e estimular a sucessão familiar”.

Durante a tarde houve coffe break e apresentação dos roteiros estaduais. As delícias do coffe foram fornecidas pelas famílias que fazem parte do Arranjo Produtivo Local do Vale do Taquari(APL).

Texto: Portal Região dos Vales