RSS Destaques Geral Lajeado

Fórum discute formas de combate à violência contra a mulher

forum_elisabete
Para a professora Elisabete, é preciso que a sociedade esteja informada para romper o ciclo da violência (Foto: Tuane Eggers)

No dia 08 de novembro, a Univates promove o 5º Fórum Regional de Combate à Violência contra a Mulher no Vale do Taquari. O evento discutirá a violência, especialmente nos âmbitos doméstico e rural, e debaterá soluções conjuntas para o tema. O fórum ocorre das 14h às 22h, no auditório do Prédio 7, e é uma das ações do projeto de extensão Interfaces, por meio do Observatório de Direitos Humanos da Univates e da face Recomeçar.

Conforme a professora do curso de Direito Elisabete Cristina Barreto Müller, especialista no tema e uma das coordenadoras da atividade, as estatísticas de violência contra a mulher são preocupantes no país, “tanto é que a ONU apontou que o Brasil é o quinto país do mundo no tocante à taxa de feminicídios”, esclarece.

Delegada de Polícia Civil aposentada, tendo sido chefe da 19ª Delegacia Regional de Polícia (19ª DRP), Elisabete aponta que a Lei Maria da Penha, em vigor há 10 anos, teve papel importante ao tirar o assunto “da quase invisibilidade”. “Porém, é preciso que as pessoas se apoderem das informações para evitar mortes e romper com o ciclo da violência”, afirma.

De acordo com ela, a escolha do tema do fórum ocorreu porque, de forma geral, a violência contra a mulher no âmbito rural é uma violência subnotificada e pouco comentada. “Ou seja, deduz-se que essa violência acontece, mas quase não chega às autoridades”, explica. “Precisamos refletir sobre isso e buscar mecanismos para prevenção, denúncia e apoio a essa mulher”, ressalta.

Na opinião da especialista, é preciso educar, desde cedo, as crianças para o respeito ao próximo, independente do gênero, para se romper com o ciclo da violência. “A rede de enfrentamento à violência contra a mulher deve ser fortalecida por meio de políticas públicas eficientes”, conclui.

Saiba mais
O evento
O evento é aberto ao público em geral e as inscrições, de forma gratuita, podem ser feitas pelo site www.univates.br/agenda/inscricoes. A primeira atividade prevista é uma mesa-redonda com o tema “Violência doméstica contra as mulheres no meio rural e intervenções com os homens”. A atividade ocorre a partir das 14h e conta com a participação de profissionais da Emater/RS-Ascar e da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) de Lajeado.

Após, com início às 19h15min, haverá exibição e debate do filme “Vidas Partidas” (2016), do diretor Marcos Schechtman, com Domingos Montagner, José de Abreu e Milton Gonçalves no elenco.

Texto: Portal Região dos Vales/Ascom Univates