Cultura Destaques Teutônia

Fórum Estadual de Bandas, Corais e Orquestras evidenciará a riqueza musical de Teutônia e do Estado

Painéis, palestras, oficinas e qualificação marcarão evento que ocorrerá no Colégio Teutônia nos dias 13 e 14 de abril. Dentre os palestrantes e painelistas, estão confirmados o maestro da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (Ospa), Evandro Matté, e a regente da Orquestra Villa Lobos, Cecilia Reingantz

A tradição do canto coral será um dos enfoques do Fórum

A riqueza cultural de Teutônia, em especial a musicalidade, estará em evidência nos dias 13 e 14 de abril. Isto porque Teutônia será sede do 1º Fórum Estadual de Bandas, Corais e Orquestras, uma organização conjunta da Secretaria Municipal de Juventude, Cultura, Esporte e Lazer e do Conselho Estadual de Cultura. O evento ocorrerá anualmente no município e promete ser referência no âmbito cultural do Estado, especialmente no que se refere a bandas, orquestras e corais.

Dentre os objetivos do Fórum, que ocorrerá junto ao Colégio Teutônia, estão a formação e o debate de ações no âmbito cultural, permitindo, também, instrumentalizar maestros, produtores culturais e músicos para articulações de formações e captação de recursos, para que se tenha avanços no setor. Paralelamente, estão previstas apresentações, dentre elas os corais municipais de Teutônia, evidenciando a tradição do município como Capital Nacional do Canto Coral e que se perpetua ao longo das gerações.

Dentre os painelistas e palestrantes, estão o maestro da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (Ospa), Evandro Matté, a regente da Orquestra Villa Lobos, Cecilia Reingantz, e o jornalista e escritor Airton Ortiz. O evento é destinado a gestores, maestros, produtores culturais, músicos e cantores, além da comunidade interessada. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas via internet, pelo site http://eventoscultura.com.br/2019/03/19/%EF%BB%BF1o-forum-estadual-de-bandas-corais-e-orquestras/.

Conforme o presidente do Conselho Estadual de Cultura, Marco Aurélio Alves, o Fórum é imprescindível para Teutônia e região. “A importância deste evento para Teutônia reside na abertura de um novo polo de divulgação do município, através do canto coral, que é uma arte desenvolvida por muitos munícipes. Além disso, dessa ação, é possível que os corais, as bandas e as orquestras existentes na região possam acessar o mercado de distribuição de recursos públicos, que podem a partir de agora buscar financiamentos em outras fontes que não as próprias prefeituras”, coloca.

Alves acrescenta que a partir da oficina “Elaboração de projetos e captação de recursos”, os corais, bandas e orquestras já poderão construir projetos. “Com os projetos, poderão buscar os recursos na Lei de Incentivo à Cultura, no Fundo Estadual de Apoio à Cultura, assim como outras fontes que já existem. Aqui, estabelecemos um marco zero para que se inicie um novo desenvolvimento econômico, social e cultural”, frisa.

O secretário interino de Juventude, Cultura, Esporte e Lazer de Teutônia, Jean Marcos Galvão, acredita que o evento será uma vitrine para outras cidades. “É um modelo para que outras cidades da região e do Estado possam não só trazer a cultura, mas falar sobre ela. Vamos mostrar e difundir a nossa tradição do canto coral, das orquestras e das bandas através de troca de experiências e capacitação. Não tenho dúvidas de que será um marco para Teutônia e todo o Estado”, sublinha.

O 1º Fórum de Bandas, Corais e Orquestras é uma realização do Conselho Estadual de Cultura e da Prefeitura de Teutônia, através da Secretaria de Juventude, Cultura, Esporte e Lazer. A promoção é do Sindicato dos Músicos do Rio Grande do Sul, Federação dos Coros do Rio Grande do Sul (Fecors) e da Associação de Bandas do Rio Grande do Sul. O apoio é da Secretaria de Estado da Cultura (Sedac), Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (Ospa), Fábrica do Futuro e Orquestra Villa Lobos.

1º FÓRUM ESTADUAL DE BANDAS, CORAIS E ORQUESTRAS

>>> 13 DE ABRIL, SÁBADO

13h: Credenciamento

14h: Oficina “Elaboração de projetos e captação de recursos”, com Moreno Brasil Barrios, Marlise Nedel Machado e Marco Aurélio Alves

17h30min: “Gestão de bandas, corais e orquestras”, com Gisele Pereira Meyer

19h30min: Abertura oficial, com a presença de autoridades do Município e do Estado

20h: Palestra “As vertentes da música erudita”, com o maestro da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (Ospa), Evandro Matté

22h: Jantar de confraternização (por adesão)

>>> 14 DE ABRIL, DOMINGO

9h: “A profissionalização do músico”, com Patrick de Almeida Acosta

9h35min: debate

9h50min: simultaneamente, em diferentes salas, os painéis:

– Orquestras e suas sobrevivências, tendo como mediador André Munari

– Bandas e suas demandas, tendo como mediador João Batista Airoldi Camargo (presidente da Associação de Bandas do Rio Grande do Sul)

– A Voz dos Corais, tendo como mediador Severino Seger (presidente da Federação de Coros do Rio Grande do Sul)

11h: Grupos de trabalho para propostas setoriais

12h: livre para almoço

13h30min: Palestra “A tecnologia e a inovação à disposição da música”, com Francisco Hauck, da Fábrica do Futuro

14h05min: debate

14h20min: Palestra “Atraindo a atenção da mídia”, com o jornalista e escritor Airton Ortiz

14h55min: debate

15h10min: “Projetos sociais emancipadores, com a regente da Orquestra Villa Lobos, Cecilia Reingantz

15h45min: debate

16h: Apresentação das propostas e a Carta do Fórum

16h30min: Oficina “Formação de regentes”

18h30min: Encerramento do Fórum

CRÉDITOS: Édson Luís Schaeffer
Assessoria de Imprensa Prefeitura de Teutônia