Artigos - Gestão de Pessoas

“Fui demitido, e agora? 5 dicas para dar a volta por cima e voltar ao mercado de trabalho” – por Márcia Sehn

Márcia Sehn (Foto: Divulgação)

Qualquer profissional está sujeito a demissão, mas só na hora que isso acontece é que percebemos o importância dessa palavra.

Ao ser demitido, é preciso manter a autoestima elevada para poder seguir em frente. Isso porque é preciso manter a cabeça erguida para ir em busca de uma nova colocação no mercado de trabalho.

Confira as dicas que separei para você dar a volta por cima e buscar novos desafios:
1- Encare a demissão como processo natural – A primeira coisa que você precisa ter em mente é que o processo de demissão faz parte da vida e que você não é o primeiro e nem o último a passar por uma demissão. Isso em mente vai lhe ajudar a manter a autoestima em alta, buscando na calma a forma em como vai lidar com a situação.

2- Olhar para frente – No primeiro momento, pode acabar acumulando mágoa ou raiva por ser demitido. Superar o sentimento ruim que atrai negatividade é importante para não ficar estagnado no passado que vai afetar você, sua família e até mesmo sua motivação para procurar um novo emprego.

3- Planejamento financeiro – Segurar as contas e reorganizar a vida financeira da família é uma das primeiras coisas a se fazer. É preciso mudar o estilo de vida e cortar muitos gastos em situações como essa. É importante que você veja isso como uma circunstância temporária e comece a agir para buscar a mudança.

4- Busque apoio da família e amigos – Conte com o apoio de amigos e familiares neste momento. Ficar isolado pode levar a um período de tristeza e angústia que só vai atrapalhar sua recuperação e retorno ao mercado de trabalho. Desabafe, peça conselho e ainda aproveite as amizades para uma formar uma rede de contatos que pode favorecer o encontro de um novo emprego.

5- Invista em qualificação – Aproveite que ficou com tempo livre e realize cursos que sempre teve vontade de fazer. Aprender coisas novas, relacionadas ou não à sua área de trabalho, pode abrir portas para um futuro promissor que você nem havia planejado. Muitos sites oferecem cursos gratuitos ou de baixo valor. Isso vai ajudar muito a engrandecer o seu currículo.

Jamais tenha vergonha de sua condição momentânea de desempregado. Se a antiga empresa oferecer um programa de outplacement (recolocação no mercado) aceite-o. Caso não, essa pode ser uma boa forma de investimento, visando a volta para o mundo corporativo.

Todo processo de recolocação leva um tempo, semanas e até meses. Mas se bem estruturado você vai perceber que entre a notícia do desligamento até a recolocação, embora difícil de aceitar, não precisa ser encarada como o fim de sua carreira. Pelo contrário, ao final do processo você pode até concluir que, em vez de ter perdido algo, na verdade você teve uma nova oportunidade!!!

Pense nisso e boa sorte!!!

Ótima semana!

Marcia Sehn – Coach pela Sociedade Brasileira de Coaching e Pós-Graduada em Liderança Estratégica de Negócios e Pessoas