Artigos - Desenvolvimento Rural

Gestão sustentável da agricultura familiar já é realidade na região – por Cezar Burille

Cezar Burille (Arquivo Pessoal)

O Programa de Gestão Sustentável da Agricultura Familiar foi lançado pelo governo do Estado em solenidade no Palácio Piratini, realizada em junho de 2016. O Programa é de responsabilidade da Secretaria de Desenvolvimento Rural – SDR e é executado em todos os municípios do estado pela Emater. O programa tem como objetivo geral adequação econômica, social e ambiental de propriedades rurais familiares do Rio Grande do Sul. Os objetivos mais específicos são apoiar as propriedades rurais familiares no aumento de renda, na racionalização dos custos na produção, na redução na penosidade do trabalho, no planejamento da propriedade, na adequação ambiental e no acesso às políticas públicas.

Na área de abrangência do Escritório Regional de Lajeado está previsto termos 1958 propriedades acompanhadas pelo programa em 4 anos, sendo que 1024 propriedades já estão participando e com planos de gestão elaborados. Embora o planejamento inicial seja feito para um período de 4 anos, a cada ano o plano vai sendo atualizado de modo que as ações executadas estejam de acordo com a realidade da propriedade e com os anseios da família.

A execução do programa consiste na realização de um diagnóstico da propriedade, planejamento de ações (elaboração do plano de gestão), execução do planejamento, análise dos resultados com a família e replanejamento com base nos resultados das atividades desenvolvidas na propriedade.As famílias participantes recebem visitas bimensais das equipes da Emater onde se acompanha a execução da ações planejadas e se fornece orientações para as ações seguintes. Para que o programa tem êxito faz-se necessário que a família anote receitas e despesas das atividades da propriedade bem como a execução das ações pactuadas com a equipe da Emater.

Os resultados esperados com o programa é um aumento de 20% na renda das propriedades, aumento de no mínimo 10% nas áreas com práticas conservacionistas e produção de pelo menos 10 produtos de autoconsumo familiar.

O programa de gestão vai marcar uma nova era na assistência técnica e extensão rural, pois além de planejar as ações junto as famílias rurais é realizado o acompanhamento financeiro da propriedade buscando otimizar os meios de produção para um resultado melhor nos aspectos econômico, social e ambiental.

Cezar Burille – Eng. Agrônomo Emater/Ascar