Trânsito RS RSS Estrela

GGIM aborda redução do número de acidentes em Estrela

O GGI-M reúne representantes de entidades e órgãos públicos para tratar de ações que reforcem a área da segurança pública (Foto: Jaqueline Backes)

A redução no número de acidentes de trânsito no município foi um dos assuntos do encontro do Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGIM), presidido pelo secretário do Planejamento e Desenvolvimento Econômico Paulo Finck, na última sexta-feira (10.08). De acordo com o secretário do GGIM, Gerson Teixeira, que também é o coordenador de Trânsito, em maio de 2017, quando os dados começaram a ser compilados, foram registrados 32 acidentes, com 15 vitimas. No mesmo mês deste ano foram 12 acidentes, com somente duas vítimas.

“Está havendo uma redução gradativa em função de fatores como melhorias na sinalização de trânsito, conscientização dos condutores e divulgação das ações por meio da imprensa”, avalia Teixeira. Acrescenta que 40% das ocorrências foram registradas na Avenida Rio Branco. O motivo principal, segundo ele, é a conversão. Teixeira informou, ainda, que a criação de novas vagas de 15 minutos de estacionamento, em frente aos estabelecimentos comerciais, será reduzida. Conforme ele, o tempo permitido não está sendo respeitado pelos condutores, situação que deve mudar com a realização do concurso público para a efetivação de seis agentes de trânsito, pois haverá mais fiscalização e aplicação de multas.

Ainda nas discussões, o avanço nas tratativas a respeito das palestras sobre prevenção ao uso de drogas, que serão promovidas pelos órgãos de segurança (Brigada Militar, Bombeiros e Polícia Civil) junto à comunidade e aprovação do material publicitário referente ao Disque-Denúncia Municipal. Por meio de um número de telefone poderão ser feitas denúncias sobre abusos, drogas, agressões, pessoas suspeitas, violência doméstica, entre outras. O novo canal ainda não tem data para começar a operar.

O presidente do GGIM, secretário Paulo Finck, aproveitou a oportunidade para agradecer o comprometimento de todas as lideranças na mobilização da Consulta Popular, que contemplou importantes reivindicações do município. “Na anterior não atingimos o índice e nesta conseguimos alcançar o segundo lugar. Isso mostra que a união faz a forca”, destacou Finck. Por fim, ele enfatizou a importância do grupo para alavancar recursos federais para Estrela. Entre os critérios exigidos pelo governo federal estão a existência do Conselho Municipal de Segurança Pública, implantação de sistema de videomonitoramento e GGI-M. “Estamos de olho nos recursos”, garantiu.

Texto: Ascom Estrela