Região RSS Obras Destaques

Governador autoriza investimento de R$ 12 milhões em obras asfálticas

As obras estruturais liberadas são fundamentais para o escoamento da produção de madeira, tabaco e avicultura, atividade econômica que move a região -(Foto: Daniela Barcellos/Palácio Piratini)
As obras estruturais liberadas são fundamentais para o escoamento da produção de madeira, tabaco e avicultura, atividade econômica que move a região (Foto: Daniela Barcellos/Palácio Piratini)

Duas obras em infraestrutura foram autorizadas, nesta quarta-feira (22), pelo governador José Ivo Sartori. A retomada das obras do acesso asfáltico que liga o município de Sério, no Alto do Taquarí, à cidade de Boqueirão do Leão, e o início das obras do trevo de Capela de Santana, no Vale do Caí. A soma dos dois investimentos é de R$12 milhões.

No ato de assinatura, que ocorreu no Palácio Piratini, o governador lembrou a difícil realidade financeira do Estado e o significado da renegociação das dívidas estaduais com a União. “Uma luta que avançou, prova que estamos fazendo a nossa parte e arrumando a casa”, avaliou.

Sobre as obras estruturais liberadas, Sartori considerou que as ações são fundamentais para o escoamento da produção de madeira, tabaco e avicultura, atividade econômica que move a região. “O Rio Grande melhora quando o avanço ocorre nos municípios, pois é lá que a vida acontece”, falou.

“Nós entendemos que essas obras partem de uma necessidade de logística”, disse o secretário dos Transportes, Pedro Westphalen, que destacou a situação do Rio Grande do Sul, com mais de 20% dos municípios sem acesso asfáltico. “Esse fator impede o desenvolvimento dessas cidades. Porém, temos alguns convênios sendo recuperados, e assim, os projetos vão saindo do papel”, concluiu.

O trevo da cidade de Capela de Santana, na RSC-240, projetado sobre a rodovia em uma extensão de 340 metros, é financiado com recursos da Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR), com custo de R$ 965 mil. Já o acesso asfáltico, com sete quilômetros na RSC-421, ligando Boqueirão do Leão a Sério, é fruto de financiamento de R$ 11 milhões, do BNDES.

Participaram do evento, os prefeitos de Sério, Elir Sartori; de Boqueirão do Leão, Luis Augusto Schmidt; de Capela de Santana, José Nestor de Oliveira Bernardes; o diretor de EGR, Nelson Lídio Nunes e o diretor-presidente do Daer, Ricardo Moreira Nuñes.

Texto: Ascom Estado