Social Meio Ambiente Estrela

Governo Federal homologa Situação de Emergência de Estrela

Enchente foi a maior em 64 anos / arquivo/Prefeitura de Estrela

População atingida pela enchente de julho poderá ter acesso aos recursos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS)

O Governo Federal, através do Ministério do Desenvolvimento Regional – Secretaria Nacional de proteção e Defesa Civil, reconheceu a Situação de Emergência do município de Estrela em razão da enchente que ocorreu no início de julho. A confirmação veio através da portaria nº 2.144, de 07 de agosto, publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira (12.08). Com isso, a população que reconhecidamente foi atingida pela situação poderá ter acesso aos recursos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). Para tanto deve procurar a agência da Caixa Econômica Federal para as demais orientações.

Na última semana, o Governo do Estado já havia homologado a Situação de Emergência no município, em decreto do governador publicado no Diário Oficial do Estado de terça-feira (04.08). Com a homologação, os órgãos regionais e estaduais do Sistema Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sinpdec) sediados no Rio Grande do Sul ficam autorizados a prestar apoio suplementar aos municípios afetados, mediante prévia articulação e planejamento com a coordenação do Sistema e com o órgão regional municipal.

A enchente do Rio Taquari, a maior dos últimos 64 anos, atingiu o nível de 27.39 metros no porto e atingiu a área urbana, no Centro e nos bairros Boa União, das Indústrias, Oriental, Moinhos, Imigrantes, dos Estados, São José, Auxiliadora, Alto da Bronze, Cristo Rei, Pinheiros e Chacrinha, e em parte da área rural, nas Linhas Figueira, Toca do Leão, Arroio do Ouro, Novo Paraíso, São José, Lenz Fundos, Costão, Chá da Índia, Geraldo e Glória. Conforme levantamento feito pela Prefeitura, os prejuízos com a enchente chegaram a pelo menos R$ 45,035 milhões.

Texto: Rodrigo Angeli
Assessoria de Imprensa Prefeitura de Estrela