Melhor Idade Saúde Lajeado

Horários de vacinação contra a gripe são alterados em Lajeado

A Secretaria de Saúde (Sesa) de Lajeado informa que os horários de vacinação contra a gripe, que protege contra os vírus Influenza H1N1, H3N2 e Influenza sazonal, foram alterados em alguns locais de atendimento. Em Lajeado, a Campanha Nacional de Vacinação já imunizou mais de 14 mil pessoas.

A vacinação segue ocorrendo no bairro Centro (na Junta Militar), no São Cristóvão (no CTG Tropilha Farrapa) e em algumas unidades de saúde (confira abaixo), enquanto houver disponibilidade de doses. A vacinação na Junta Militar e no CTG Tropilha Farrapa, que antes estava ocorrendo com horário estendido até as 19h, agora terá seu horário reduzido e funcionará das 7h30 às 16h30, sem fechar ao meio-dia. A mudança se deu em razão da baixa procura pela vacina após as 16h30, e como após este horário os profissionais recebiam hora extra, a decisão foi ajustar o horário para não haver desperdício de recursos. 

Durante essa segunda fase da campanha, que encerrará dia 08/05, além de idosos e profissionais da saúde, que estavam previstos na primeira fase e ainda podem fazer a vacina, também podem se imunizar profissionais das forças de segurança e salvamento, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, povos indígenas, funcionários do sistema prisional, população privada de liberdade, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medida socioeducativa, caminhoneiros, motoristas de transportes coletivos e portuários. Os funcionários do sistema prisional e população privada de liberdade já foram vacinados no presídio, bem como os povos indígenas de Lajeado, que tiveram cobertura vacinal de 98%.

Terceira fase

Já a terceira fase, que iniciará na segunda-feira, 11/05, o público-alvo será pessoas com deficiência, crianças de seis meses a menores de seis anos, gestantes, puérperas, professores das escolas públicas e privadas e os adultos de 55 a 59 anos de idade.

A vacinação nesta terceira e última fase seguirá ocorrendo nos mesmos postos (lista abaixo) e também no Centro de Saúde São Cristóvão, que será destinado preferencialmente para a vacinação de crianças. Já no CTG Tropilha Farrapa, assim como outras unidades e na Junta Militar, poderão ser imunizados os demais grupo do público-alvo.

Público-alvo da segunda fase:

– Profissionais das forças de segurança e salvamento

– Povos indígenas

– Portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais

– Funcionários do sistema prisional

– População privada de liberdade

– Adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas

– Caminhoneiros, motoristas de transportes coletivos e portuários

Público-alvo da terceira fase:

– Crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade

– Pessoas com deficiência

– Gestantes

– Puérperas até 45 dias

– Adultos de 55 a 59 anos de idade

– Professores das escolas públicas e privadas

Locais de vacinação contra a gripe:

– Bairro Centro

Local: Junta Militar

Endereço: Benjamin Constant, 442, no cruzamento com a Rua Júlio May

Horário: das 7h30 às 16h30 sem fechar ao meio-dia

Obs.: Solicita-se que, na terceira fase de vacinação, bebês e crianças não sejam levados para vacinação na Junta em razão de não haver espaço coberto para o caso de chuva. A preferência para estes grupos é fazer a vacina no Centro de Saúde São Cristóvão.

– Bairro São Cristóvão

Local: CTG Tropilha Farrapa

Endereço: Rua Fabio Brito de Azambuja, 245

Centro de Saúde São Cristóvão (somente a partir do dia 11/05 para vacinação de crianças)

Endereço: Rua Fabio Brito de Azambuja, 124

Horário: das 7h30 às 16h30, sem fechar ao meio-dia

Horários de vacinação nas Unidades de Saúde

– Postos do Campestre, Conventos, Jardim do Cedro, Moinhos, Olarias, São Bento, São Cristóvão: 7h30 às 11h15 e das 12h30 às 16h15

– Posto de Saúde Santo Antônio: 7h30 às 11h15

Documentos

– O interessado deve levar um documento com foto ou cartão SUS para se vacinar.

– O profissional da área da saúde deve apresentar algum documento que comprove sua área de atuação.

– O portador de doença crônica deve apresentar o comprovante de sua comorbidade, como receita de medicação de uso contínuo ou laudo médico.

– O profissional das forças de segurança e salvamento deve apresentar a identidade funcional.

– O caminhoneiro deve apresentar documento comprobatório da atuação, como: carteira de trabalho, contracheque com documento de identidade, carteira de sócio(a) dos sindicatos de transporte (categoria motorista), carteira de habilitação (C ou E) ou crachá funcional.

– O trabalhador portuário deve apresentar documento comprobatório da atuação, como: comprovante do registro no Órgão Gestor de Mão-de-Obra (OGMO), carteira de sócio(a) dos sindicatos da categoria, contracheque com documento de identidade, declarações dos serviços onde atuam, carteira de trabalho ou crachá funcional.

– Os motoristas e cobradores de transporte coletivo devem apresentar documento comprobatório da atuação, como: carteira de trabalho, contracheque com documento de identidade, carteira de sócio(a) do Sindicato dos Motoristas e Cobradores, carteira de habilitação (D ou E) ou crachá funcional.

– Adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas serão direcionados pelo setor competente aos locais de vacinação.

– professores deverão levar comprovante de vínculo

Importante

Crianças deverão, obrigatoriamente, apresentar caderneta de vacinação.

Cuidado na fila

Para manter as medidas de segurança e evitar o contágio pelo Coronavírus, a orientação é que as pessoas mantenham a distância mínima de 1,5 metro na fila.

Assessoria de Imprensa de Lajeado